Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fórmula 1: Felipe Massa aceita estender prazo para respostas de FIA e FOM

O prazo para as entidades se posicionarem terminariam inicialmente nesta sexta-feira (8)

Lance|

Lance
Lance Lance

Felipe Massa aceitou um prazo maior para as respostas da Federação Internacional de Automobilismo e da Formula One Management em relação à carta eviada pelo ex-piloto sobre o título da temporada de 2008. Segundo o portal "ge", a partir desta decisão, as entidades mencionadas terão até meados de outubro para responder à iniciativa do brasileiro.

No fim de agosto, a equipe do paulista cobrou um retorno das organizações até esta sexta-feira (8). Hoveram expectativas de uma ação da Alta Corte Britânica para forçar as respostas, porém, após dias de espera, o grupo jurídico de Felipe acatou um novo prazo.

+O que aconteceu no Mundial de Fórmula 1 de 2008? O que Felipe Massa reclama?

+Nelsinho Piquet comenta decisão de Massa de buscar título da F-1 na Justiça

Publicidade

O argumento de Massa sobre o título de 2008 é baseado em declarações de Bernie Ecclestone, que revelou ter descoberto o Singapuragate - a batida proposital de Nelsinho Piquet - ainda no ano do acidente.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

Publicidade

RELEMBRE O CASO

Felipe Massa avalia processar a F1 e a Federação Internacional de Automobilismo para assegurar o título do circuito de 2008, perdido para o jovem Lewis Hamilton por apenas um ponto. O piloto brasileiro estuda possibilidades após a declaração de Bernie Ecclestone, chefão da categoria na época, de que sabia da manipulação de resultado do GP de Singapura, no qual Nelsinho Piquet bateu propositalmente para Fernando Alonso, seu companheiro de equipe na Renault, ficar com a liderança da corrida. O acidente afetou Massa diretamente, que perdeu posições e não somou nenhum ponto no 15º GP daquela temporada.

Massa venceu o GP de Interlagos, em São Paulo, o último da temporada de 2008. Ele precisava vencer a corrida e torcer para que Hamilton ficasse abaixo dos cinco primeiros colocados. Porém, na última volta, quando ocupava a sexta colocação, o britânico ultrapassou Timo Glock e ficou com a quinta posição, faturando o seu primeiro título na carreira.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.