Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fora dos planos do Corinthians, Balbuena tenta recisão com clube russo e quer ficar no Brasil

Representantes do jogador tentam mantê-lo no futebol brasileiro e chegou a oferecê-lo para Fluminense e Vasco

Lance

Lance|Do R7


Lance
Lance

O zagueiro paraguaio Fabián Balbuena não quer retornar à Rússia. Ele pertence ao Dínamo de Moscou, mas tentará usar um dispositivo da Fifa referente aos países que estão em guerra no leste europeu para suspender o seu vínculo com a equipe russa que vai até junho de 2025. O defensor tem contrato de empréstimo com o Corinthians até o fim deste mês, mas desde o dia 12 de maio treina separadamente ao elenco principal, já que o clube alvinegro não vai realizar a compra em definitivo. 

+ Lance! apresenta nova marca e se reposiciona no mercado de mídia esportiva

O estafe do atleta tem procurado encaixá-lo em clubes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, já que o desejo do jogador é permanecer no país. Ele foi oferecido para Fluminense e Vasco, mas até aqui não houve abertura de conversas com essas equipes. 

O principal motivo para que Balbuena não queira voltar para a Rússia e deseje permanecer no Brasil é familiar. A esposa do jogador está decidida a não voltar mais para Moscou e a família do jogador sempre gostou bastante de residir em território brasileiro. 

Publicidade

+ Confira as 20 contratações mais caras já acertadas para temporada 2023-24

Quando conseguiu um contrato provisório com o Balbuena, se usando de um mecanismo da Fifa, que autorizou que jogadores que atuassem na zona da guerra entre Rússia e Ucrânia suspendesse os seus contratos e aceitassem por um ano com outros times, o Timão cogitava a manutenção em definitivo do zagueiro, campeão brasileiro pelo clube alvinegro em 2017, na primeira passagem do clube alvinegra. Porém, mas as más atuações do paraguaio fizeram com que a direção corintiana recuasse. De toda forma, os representantes do atleta ainda acreditam que ele tenha mercado na primeira prateleira do futebol brasileiro. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.