Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fora do UFC, Ngannou troca provocações com Jon Jones nas redes sociais

Camaronês responde comentário do norte-americano sobre saída do rival para a PFL

Lance|

Atual campeão dos pesos-pesados do UFC, Jon Jones provocou Francis Ngannou após o lutador acertar a ida para a Professional Fighters League (PFL). Em postagem nas redes sociais, o norte-americano ironizou a declaração do camaronês sobre ser "o homem mais malvado do mundo".

- Chamar a si mesmo o homem mais malvado do planeta do outro lado da rua, quem faz isso? - questionou.

+ Real Madrid vai aumentar a vantagem? Saiba os clubes com mais finais de Champions League na história

A declaração logo foi respondida pelo camaronês, que sugeriu que Jones "atravessasse a rua".

Publicidade

Calling yourself the baddest man on the planet from across the street, who does that? Lol— BONY (@JonnyBones) May 16, 2023

Then cross the street— Francis Ngannou (@francis_ngannou) May 16, 2023

Publicidade

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

Ngannou venceu o cinturão dos pesos-pesados do UFC depois de nocautear Stipe Miočić, em março de 2021. No entanto, o camaronês optou por não renovar contrato com a organização. Jones também zombou a escolha feita pelo ex-campeão e fez um comparativo com o futebol americano.

Publicidade

- Meu adversário ganha um Super Bowl, é transferido para uma liga de futebol de arena e depois afirma ser melhor que (Tom) Brady. É o que estou ouvindo agora - escreveu.

My man wins one Super Bowl, transferred to a top arena football league, and then claims to be better than Brady. That’s what I’m hearing right now.— BONY (@JonnyBones) May 16, 2023

+ Recordistas, Teddy Riner e Rafael Silva trocam elogios: ‘Nós aqui de novo’

Após a saída de Ngannou, o cinturão dos pesos-pesados do UFC ficou sem dono. A organização deu o título ao francês Ciryl Gane depois de o lutador derrotar o norte-americano Daniel Lewis. Em março deste ano, Jon Jones nocauteou o europeu e passou a ser o detentor do cinturão.

Francis Ngannou queria ser liberado pelo UFC para lutar boxe, além de requisitar concessões para todos os lutadores, como seguro saúde. Com a recusa da organização aos seus pedidos, o camaronês optou por não renovar o contrato. Dana White, presidente do UFC, disse que o lutador nunca mais lutará na promoção. Na PFL, ele também terá participação acionária e o título de novo presidente da "PFL África".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.