Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fluminense tem semana cheia para rever desempenho e não ficar refém de resultados

Tricolor não consegue se distanciar da zona de rebaixamento

Lance

Lance|Do R7

Em mais uma oportunidade, o Fluminense não conseguiu jogar bem e o empate com o Juventude foi muito amargo. Com um péssimo desempenho contra um adversário que não jogava uma partida oficial há mais de um mês, o Tricolor não conseguiu se distanciar da zona de rebaixamento.

As melhores e mais variadas ofertas para o Brasileirão estão no Lance! Betting! Abra já a sua conta!

Além da igualdade no marcador, o Time de Guerreiros sofreu com a lesão de Felipe Melo, que foi substituído ainda no primeiro tempo. Germán Cano também reclamou de dores, mas não pôde sair de campo, uma vez que Eduardo Barros já havia utilizado todas as paradas disponíveis para alterações.

Na segunda-feira (3), o elenco do Fluminense volta a treinar após um dia de folga visando o confronto contra o Botafogo, pela 8ª rodada do Brasileirão. Nesse período, Fernando Diniz tem a missão de reencontrar o bom desempenho do time e não ficar refém de resultados, como tem acontecido.

Publicidade

Apesar da boa campanha na Libertadores, a equipe de Fernando Diniz não venceu um jogo por dois gols ou mais de diferença, como fez em 2023. O Tricolor tem dificuldades para criar chances reais de balançar as redes, o que reflete na marca de cinco gols de Cano na temporada e no 8º pior ataque entre os classificados às oitavas de final da competição continental.

Além disso, o Fluminense vem encontrando muitos problemas defensivos. O Time de Guerreiros sofreu gols em todos os sete jogos do Brasileirão, mas também em quatro dar seis partidas realizadas pela Libertadores.

Publicidade

Refém dos bons resultados no torneio da Conmebol, o Tricolor começa a viver um drama no Campeonato Brasileiro. E tem um compromisso complicado diante do Botafogo para tentar reverter esse cenário na próxima rodada, mas com o obstáculo de enfrentar um dos elencos mais fortes do país e que luta no topo da tabela.

No Maracanã, o Fluminense deixou o campo de jogo sob vaias e protestos por conta de mais uma apresentação ruim. Sem Copa do Brasil até a segunda quinzena de julho e sem Libertadores até agosto, o Time de Guerreiros precisa dar uma resposta para não se ver em situação incômoda no fim de 2024.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.