Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Flamengo conta com a sorte na Libertadores e vê chaveamento favorável em busca do tetra

Rubro-Negro escapa de três das quatro melhores campanhas no chaveamento

Lance

Lance|Do R7

No último encontro entre Flamengo e Bolívar, Rubro-Negro goleou o rival por 4 a 0 (PABLO PORCIUNCULA / AFP)

Nas oitavas de final da Libertadores, o Flamengo reencontra o Bolívar no mata-mata em busca do tetracampeonato. O Rubro-Negro pediu o adversário mais frágil em busca de uma vaga nas quartas de final.

➡️ Clique aqui para assinar e assistir no Star+

A equipe de Tite escapou dos adversários brasileiros e do River Plate, que são os clubes com mais força econômica e, consequentemente, técnica. Além disso, o Mais Querido fugiu de uma longa e cansativa viagem para Barranquilla, na Colômbia.

Caso avance, o Flamengo tem a possibilidade de enfrentar o líder do Grupo C, que pode ser Grêmio, Huachipato ou The Strongest, mas também o Peñarol. Sem a Arena por tempo indeterminado, o Imortal pode se ver sem um de seus trunfos para a sequência da competição.

Publicidade

Na semifinal, o Rubro-Negro pode encarar Palmeiras, Botafogo, São Paulo ou Nacional. É lógico que o buraco começa a ser mais embaixo, mas a equipe de Tite fugiu de três das quatro melhores campanhas da fase de grupos da Libertadores, que pertencem a River Plate, Atlético-MG e Fluminense.

COMO VAI CHEGAR?

Publicidade

Faltando mais de dois meses para o início das oitavas de final, o Flamengo tem muitos jogos pela frente. Atualmente, o Mais Querido lidera o Brasileirão e vive um de seus melhores momentos na temporada com cinco vitórias consecutivas.

Antes do mata-mata, o Rubro-Negro encara uma sequência de confrontos visando a manutenção do topo do Campeonato Brasileiro em meio a Copa América. É provável que o elenco seja desfalcado e perca peças chaves no decorrer do torneio.

Além disso, o Flamengo tem dois compromissos pelas oitavas de final entre o fim de julho e o início de agosto. Uma eliminação ou uma classificação pode mudar completamente a fase da equipe e fazer com que fatores externos dificultem o duelo com o Bolívar. Mas é fato que a sorte escolheu um lado.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.