Felipe Melo se vê na Seleção e aponta Fla maior rival e Corinthians, inimigo

Volante transformado em zagueiro nesta temporada, o capitão do Palmeiras se sente em condição de ser convocado por Tite, aos 36 anos de idade, e explica rivalidades da equipe

Lance

Lance

Lance

Transformado em zagueiro nesta temporada, aos 36 anos de idade, Felipe Melo acredita que tem condições de retornar para a Seleção Brasileira hoje. Como capitão do Palmeiras, o camisa 30, em participação de live promovida no Instagram do Esporte Interativo, ainda definiu os níveis de rivalidade do clube com Flamengo e Corinthians atualmente.

- O Flamengo é o maior rival do Palmeiras hoje. O Corinthians é inimigo, mas não é mortal, não. Inimigo só, para não ter morte - disse Felipe Melo, já na reta final da transmissão, quando precisava dar respostas curtas e diretas a uma sequência de perguntas em poucos minutos.

Ao ser questionado especificamente se tem vaga na Seleção Brasileira, o jogador afirmou que sim. Ainda como volante, Felipe Melo acabou marcado pela expulsão na derrota por 2 a 1 para a Holanda, que eliminou o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, apesar da assistência para o gol de Robinho no mesmo jogo. Não foi cotado para os Mundiais seguintes.

- A minha maior frustração na carreira foi a eliminação na Copa do Mundo. Fui top na Seleção Brasileira. Tenho vaga na Seleção hoje - falou o camisa 30, que, na mesma entrevista, ao ser questionado, definiu-se como "pau" como zagueiro e "pedra" como volante.

Na live, Felipe Melo afirmou ter no coração Palmeiras, onde gostaria de se aposentar, Flamengo, clube que o revelou, e o Galatasaray, no qual teve passagem marcante pela Turquia, a ponto de ainda definir o Fenerbahce como seu rival. Entre os jogadores mais "resenha", como ocorreu na pergunta, citou o goleiro Jailson, seu companheiro no Verdão.