Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Felipe Massa dá novo passo em busca da recuperação do título da F1 de 2008

Ex-piloto da categoria oficializa processo contra FIA, FOM e Bernie Ecclestone

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

O brasileiro Felipe Massa, ex-piloto de Fórmula 1, oficializou nesta segunda-feira (11), na King's Bench Division da Corte Superior de Londres, um processo contra a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), a Formula One Management (FOM) e Bernie Ecclestone, ex-chefão da categoria, para conseguir reconhecimento como campeão mundial de Fórmula 1 de 2008.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Sempre disse que iria brigar até o final. Como a FIA e a FOM decidiram não fazer nada, buscaremos a correção dessa injustiça histórica nos tribunais. O assunto agora está com os advogados e eles estão plenamente autorizados a fazer o que for necessário para que a justiça no esporte seja feita - declarou Massa, que atualmente disputa a Stock Car.

➡️ No 100º pódio da carreira de Verstappen, revelação da Fórmula 1 ‘rouba a cena’

Publicidade

O QUE ACONTECEU EM 2008?

O brasileiro, que estava em plena luta pelo título, viu a taça escapar por conta de um único ponto no campeonato. Com isso, Lewis Hamilton se sagrou como o grande campeão daquela temporada.

Publicidade

Contudo, em 2023, Bernie Ecclestone revelou que sabia da intencionalidade de uma batida do piloto Nelson Piquet Júnior, que corria pela Renault, para beneficiar o companheiro de equipe Fernando Alonso.

Naquela corrida, Massa estava na primeira colocação. Entretanto, a batida de Piquet Jr forçou a entrada do Safety Car na pista. Tal ação teve relação direta com a queda de Felipe da 1ª posição para 13ª, que não resulta em pontuação.

Publicidade

O chefão da FIA sabia sobre o ocorrido ainda na temporada de 2008, o que permitiria uma investigação e até uma ação de revisão sobre a corrida. Todavia, Ecclestone optou pelo silêncio para manter a integridade da Fórmula 1.

Diante dessa história, Felipe Massa enviou cartas em agosto do ano passado para contestar o título e buscar reconhecimento da conquista, além de indenização por danos e lucros cessantes.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.