Lance Felipe exalta os 23 anos da conquista da Libertadores do Vasco: 'Privilégio de fazer parte dessa linda história'

Felipe exalta os 23 anos da conquista da Libertadores do Vasco: 'Privilégio de fazer parte dessa linda história'

Em uma data especial para todo torcedor vascaíno, o ex-jogador e ídolo relembrou o título mais importante da história do Gigante da Colina, conquistado no ano de seu centenário

Lance
Lance

Lance

Lance

Em uma data especial para todo torcedor vascaíno, o ex-jogador e ídolo Felipe, exaltou os 23 anos da conquista da Copa Libertadores 1998 do Vasco. Em sua rede social, o craque relembrou aquela marcante geração que ergueu o troféu mais importante da história do Gigante da Colina, no ano de seu centenário ao derrotar o Barcelona, de Guayaquil, nos dois jogos das finais.

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


- Privilégio de fazer parte dessa linda história - escreveu Felipe em um dos stories de seu perfil oficial no Instagram.

Ao longo do dia, diversos jogadores que participaram daquela gloriosa campanha relembram momentos únicos que viveram sob o comando do técnico Antônio Lopes. Além de Felipe, Donizete, Luizão e Pedrinho foram outros ex-atletas que citaram a conquista nas redes sociais.

+ Na primeira semana livre, Lisca terá que corrigir a fragilidade defensiva e dar mais intensidade ao Vasco

Vale relembrar que na época, o Vasco derrotou nos mata-matas os três últimos vencedores da competição continental: Grêmio, Cruzeiro e River Plate. Após um início ruim, o time engrenou e não perdeu das oitavas de final em diante. Com uma dupla afinada Donizete e Luizão, que substituíram nada menos que Edmundo e Evair, grandes nomes do título brasileiro de 1997, o time conquistou o título.

Mais cedo, a Conmebol, por meio de sua página oficial no Twitter, relembrou o título com uma postagem. Em um dos momentos mais emblemáticos da campanha, o Vasco passou pelo poderoso e temido River Plate, que tinha em seu elenco nomes como Sorín, Ayala, Solari, Gallardo e Aimar.

+ Vasco demite o técnico Alexandre Gomes, do time sub-20


Com isso, a equipe conseguiu uma vitória por 1 a 0 em casa, com gol do pantera Donizete. Na Argentina, os donos da casa saíram na frente com Sorín, porém um gol entrou para a história do clube carioca e é entoado até hoje por torcedores. Junniho foi para a cobrança e eternizou um gol que é cantado até hoje pela torcida vascaína.

Atualmente, Felipe é técnico do Bangu, que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro. Restam apenas duas rodadas e a equipe tem 13 pontos, na penúltima colocação do Grupo 7, porém apenas dois a menos que o Boavista, quarto colocado. Para avançar, a tradicional equipe carioca terá que vencer o São Bento, em Moça Bonita, e o Santo André, no Distrital do Inamar, e torcer por uma combinação de resultados.

Últimas