Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Família de Murray reclama de postagem de Wimbledon

Torneio publicou arte com grandes nomes do torneio e esqueceu do britânico

Lance|

Lance
Lance Lance

O irmão mais velho do ex-número 1 do mundo e bicampeão de Wimbledon, Andy Murray, o duplista Jamie Muray e o tio dos dois, Niall Erskine, não gostou nenhum pouco da arte encomendada pela organização do mais tradicional torneio do Grand Slam.

A arte é assinada pelo artista plástico britânico Grant Gruenhaupt e traz na linha de frente o italiano Jannik Sinner e o espanhol Carlos Alcaraz, jovens talentos que lutam por seu primeiro título em All England Club. Na sequência da imagem, que mostra a escadaria de entrada da quadra principal do clube, aparecem o suíço Roger Federer (octacampeão), o espanhol Rafael Nadal (bicampeão) e o sévio Novak Djokovic (heptacampeão) e são seguidos por nomes como Chris Evert, Martina Navatilova, John McEnore e Bjorn Borg. Serena Williams, heptacampeã do torneio em simples e sua irmã, Venus, pentacampeã também em simples, estão quase no último plano.

A posição das mulheres na imagem e a ausência de Andy, que em 2013 tornou-se o pimeio britânico em 73 anos a vencer Wimbledon, foi o centro do comentáio de Niall Eskine: "Terrível em todos os níveis, tudo sobre os homens na vanguarda e o britânico que fez história em lugar nenhum. Vocês deveriam ter vergonha de si mesmos", tuitou.

Jaime, po sua respondeu diretamente a Wimbledon: "Onde está Andy Muray?" e completou: "Eles não falaram de Big 4 por mais de 10 anos até que ele quebrou o quadril em pedaços quando ea número 1 do mundo?".

Em sua defesa, o artista disse que há novas artes programadas para o torneio em 2023.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.