Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fábio vai igualar Ceni: confira os 11 jogadores com mais partidas na Libertadores

Lance

Lance|Do R7


Assim que entrar em campo nesta terça-feira (02), às 21 horas (hora de Brasília), no jogo do Fluminense diante do River Plate pela terceira rodada da Libertadores, o goleiro Fábio alcançará um grande feito em sua carreira: se tornará o brasileiro com mais jogos de Libertadores na história ao lado de Rogério Ceni, com 90 partidas. Caso Fábio dispute as partidas restantes da fase de grupos, também deve ultrapassar mais nomes históricos da competição. Com base nisso, trouxemos nesta galeria o Top-10 de jogadores com mais jogos disputados pela Libertadores. Veja a lista a seguir!
Montagem Lance! Fotos: Divulgação / Fluminense; Rubens Chiri / São Paulo; Ricardo Duarte / Internacional
9ª posição: Fábio - goleiro - brasileiro (89 jogos)
9ª posição: Fábio - goleiro - brasileiro (89 jogos)
Somando atuações por Vasco, Cruzeiro e Fluminense, o defensor de 42 anos já foi vice -campeão do torneio em 2009, pelo time mineiro.
Somando atuações por Vasco, Cruzeiro e Fluminense, o defensor de 42 anos já foi vice -campeão do torneio em 2009, pelo time mineiro.
9ª posição: Pedro Rocha - meia - uruguaio: 89 jogos
9ª posição: Pedro Rocha - meia - uruguaio: 89 jogos
O ídolo são-paulino acumulou 89 jogos defendendo, principalmente, as cores do Tricolor e do Penãrol, clube onde foi tricampeão da competição em 1960, 1961 e 1966.
O ídolo são-paulino acumulou 89 jogos defendendo, principalmente, as cores do Tricolor e do Penãrol, clube onde foi tricampeão da competição em 1960, 1961 e 1966.
Capitão do São Paulo no título de 2005, o goleiro-artilheiro deve ser superado por Fábio na noite desta terça-feira.
Capitão do São Paulo no título de 2005, o goleiro-artilheiro deve ser superado por Fábio na noite desta terça-feira.
7ª posição: Willington Ortiz - atacante - colombiano: 92 jogos
7ª posição: Willington Ortiz - atacante - colombiano: 92 jogos
Ortiz disputou a Libertadores em alguns dos principais clubes da Colômbia, como Millonarios, Deportivo Cali e América de Cali.
Ortiz disputou a Libertadores em alguns dos principais clubes da Colômbia, como Millonarios, Deportivo Cali e América de Cali.
6ª posição: Lucas Pratto - atacante - argentino: 93 jogos
6ª posição: Lucas Pratto - atacante - argentino: 93 jogos
O argentino atingiu sua marca após disputar a competição por clubes como Universidad Católica, Vélez Sarsfield (onde foi semifinalista em 2011), Atlético Mineiro e River Plate.
O argentino atingiu sua marca após disputar a competição por clubes como Universidad Católica, Vélez Sarsfield (onde foi semifinalista em 2011), Atlético Mineiro e River Plate.
5ª posição: Anthony de Ávila - atacante - colombiano: 94 jogos
5ª posição: Anthony de Ávila - atacante - colombiano: 94 jogos
É o maior artilheiro da história do América de Cali, com 201 gols em 483 jogos. Disputou a Libertadores por América de Cali (Colômbia) e Barcelona (Equador), e ostentaa marca negativa de ter sido vice-campeão da competição em quatro ocasiões: 1985, 1986, 1996 e 1998.
É o maior artilheiro da história do América de Cali, com 201 gols em 483 jogos. Disputou a Libertadores por América de Cali (Colômbia) e Barcelona (Equador), e ostentaa marca negativa de ter sido vice-campeão da competição em quatro ocasiões: 1985, 1986, 1996 e 1998.
4ª posição: Andrés D'Alessandro - meia - argentino: 95 jogos
4ª posição: Andrés D'Alessandro - meia - argentino: 95 jogos
D'Ale tem uma longa trajetória defendendo as camisas de Internacional e River Plate, mas o argentino também disputou jogos de Libertadores pelo San Lorenzo-ARG (2008) e pelo Nacional-URU (2021).
D'Ale tem uma longa trajetória defendendo as camisas de Internacional e River Plate, mas o argentino também disputou jogos de Libertadores pelo San Lorenzo-ARG (2008) e pelo Nacional-URU (2021).
3ª posição: Vladimir Soria - atacante - boliviano: 96 jogos
3ª posição: Vladimir Soria - atacante - boliviano: 96 jogos
O volante boliviano atingiu sua marca defendendo um único clube na carreira, o Bolívar, entre 1985 e 2000.
O volante boliviano atingiu sua marca defendendo um único clube na carreira, o Bolívar, entre 1985 e 2000.
2ª posição: Sergio Aquino - volante - paraguaio: 107 jogos
2ª posição: Sergio Aquino - volante - paraguaio: 107 jogos
Sergio Aquino ainda está em atividade, assim como Fábio, aos 43 anos e defende o Libertad. O jogador construiu sua carreira - e sua história na Libertadores - defendendo apenas clubes paraguaios: além do Libertad, jogou por Olimpia e Cerro Porteño.
Sergio Aquino ainda está em atividade, assim como Fábio, aos 43 anos e defende o Libertad. O jogador construiu sua carreira - e sua história na Libertadores - defendendo apenas clubes paraguaios: além do Libertad, jogou por Olimpia e Cerro Porteño.
1ª posição: Ever Almeida - goleiro - uruguaio: 113 jogos
1ª posição: Ever Almeida - goleiro - uruguaio: 113 jogos
O atual treinador - sem clube - e ex-goleiro também construiu sua carreira defendendo poucas equipes: Cerro-URU, Guarani-PAR e Olimpia-PAR. Venceu a Libertadores em 1970 e 1990 e teve uma carreira longeva, de 1967 a 1991.
O atual treinador - sem clube - e ex-goleiro também construiu sua carreira defendendo poucas equipes: Cerro-URU, Guarani-PAR e Olimpia-PAR. Venceu a Libertadores em 1970 e 1990 e teve uma carreira longeva, de 1967 a 1991.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.