Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

F1: com final caótico, Verstappen vence o GP da Holanda e iguala recorde histórico de Vettel

Fernando Alonso termina em 2º e retorna ao pódio depois de sequência ruim na temporada

Lance|

Lance
Lance Lance

Correndo dentro de casa, na Holanda, Max Verstappen conquistou mais um GP da Fórmula 1. Na manhã deste domingo (27), o piloto da RBR largou na pole-position e venceu o circuito de Zandvoort, mesmo com uma reta final caótica. A corrida foi iniciada debaixo de forte chuva, que deu uma trégua, mas voltou ainda mais intensa quando a disputa se encaminhava ao fim. Uma batida de Guanyu Zhou acionou a bandeira vermelha, já com 88% da corrida percorrida, e o circuito só foi retomado depois de longa paralisação.

+ Veja a classificação atualizada da Fórmula 1

Fernando Alonso, da Aston Martin, terminou na 2ª colocação. O piloto de 42 anos ocupava a 3ª posição no GP da Holanda, atrás também de Sergio Pérez, antes de a chuva voltar a cair com força. Logo após a tempestade, no entanto, a RBR se enrolou ao efetuar a troca de pneus do mexicano. O companheiro de Verstappen foi ultrapassado pelo espanhol e saiu em 3º na relargada. Alonso volta a subir ao pódio depois de quatro corridas fora do top-3.

+ Chamada Olímpica #01: entrevista com Sophia Medina

Continua após a publicidade

Na retomada do circuito, Pérez ainda recebeu uma penalização de cinco segundos por excesso de velocidade no pit lane. Com isso, o mexicano terminou o GP da Holanda na 4ª posição, atrás também de Pierre Gasly, da Alpine. O francês fez uma corrida de recuperação fenomenal depois de largar em 12º.

Ainda no início da corrida, especificamente na volta 17, Logan Sargeant bateu o carro. A bandeira amarela foi acionada, e o piloto da Williams abandonou o circuito. Charles Leclerc também deixou a disputa no começo. Segundo a Ferrari, o monegasco teve problemas no assoalho do carro.

Continua após a publicidade

Veja abaixo imagens das batidas de Zhou e Sargeant.

Max Verstappen emendou a nona vitória seguida na temporada, igualando o recorde de Sebastian Vettel em 2013. O holandês só não venceu duas corridas no ano, ambas lideradas pelo companheiro de equipe Sergio Pérez. A RBR também é detentora da marca de mais vitórias consecutivas na história da F1 - uma em 2022 e 13 em 2023.

Continua após a publicidade

+ Mavs pode tentar troca por Giannis Antetokounmpo

CLASSIFICAÇÃO DO GP DA HOLANDA

A corrida seguinte da Fórmula 1 acontece já no próximo domingo (3), novamente às 10h (de Brasília). Os pilotos viajam à Itália para disputar o Circuito de Monza. A "Band" transmite na televisão aberta.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.