Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Executivo do Água Santa comenta disparidade em relação ao Palmeiras e exalta feitos no Paulistão

Júlio Rondinelli conversou com o LANCE! e contou com um clube com uma folha mensal tão pequena conseguiu atingir a final do estadual...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Júlio Rondinelli, executivo de futebol do Água Santa, ao lado de Abel Ferreira (Foto: Divulgação)

A partida de ida da final do Campeonato Paulista acontece neste domingo (2), às 16h, na Arena Barueri. Em busca do bicampeonato estadual, o Palmeiras disputará a decisão diante do Água Santa. Com isso, o executivo de futebol da equipe de Diadema Júlio Rondinelli, em entrevista ao LANCE!, falou sobre sobre a disparidade entre os clubes, exaltando a campanha do Netuno na competição.

> Palmeiras anuncia o retorno do atacante Artur, ex-Bragantino

O Verdão, multicampeão com Abel Ferreira, fechou seu balanço de 2022 com uma receita de quase R$ 800 milhões e enfrenta na final do Paulistão um adversário que não terá calendário para disputar após o término do estadual. Logo, o executivo elogiou a estrutura geral do Alviverde e revelou a folha de pagamento do Água Santa, uma das menores do Paulistão.

- O Palmeiras é um gigante, hoje é o clube com melhor estrutura, elenco, tem grandes profissionais trabalhando na sua comissão técnica. É um clube que em qualquer partida tem no mínimo 35 mil torcedores, atrai muito investimento de patrocinador, extremamente organizado, vende muito bem os seus jovens, os seus bons jogadores, contrata muito bem, com muito critério e muito profissionalismo nas ações. O Palmeiras é um gigante, do Brasil, da América, do mundo. O Água Santa é uma equipe modesta, jovem de existência, mas é uma equipe de muita fibra, que dentro do período que nós estamos aqui, a gente pratica todos os atos no mais alto profissionalismo - disse Júlio Rondinelli.

Publicidade

- Eu descrevi o planejamento de renovação, a ampliação que a estrutura física do estádio vai ter agora nesse segundo semestre. A nossa folha de pagamento dos atletas gira em torno de 800, 900 mil reais, é uma folha de pagamento pequena dentre as do Campeonato Paulista. Tem equipes da Série A2 que a gente sabe que tem investimento superior ao nosso. A responsabilidade de tudo isso ou mérito de tudo isso são das pessoas que pensam o futebol, da direção, com a nossa participação, da comissão técnica, e principalmente dos atletas que enxergaram no Água Santa uma grande oportunidade de projeção no mercado, disputar um Campeonato Paulista e duelar com todas as equipes de igual pra igual.

Ainda, Júlio relembrou o confronto com o Palmeiras na fase de grupos, que terminou com vitória alviverde por 'apenas' 1 a 0, e reafirmou a boa campanha do Netuno na competição, que eliminou clubes da elite do futebol brasileiro como São Paulo e Bragantino.

Publicidade

- Mesmo o jogo contra o Palmeiras na primeira fase que foi um jogo muito duro para o Palmeiras, eles venceram pela contagem mínima. Na eliminatória, vencemos o São Paulo com um público de 40 mil torcedores, foi um ato gigante. Fazer o jogo na Vila contra o Santos também, onde nós empatamos. A vitória contra o Bragantino também, que a gente sabe que é uma equipe de Série A respeitadíssima, profissionais altamente capacitados do outro lado e nos respeitaram. Vencemos o Bragantino em duas oportunidades na competição, na primeira fase e eliminamos ele agora na decisão da semifinal.

> Abel fala das chances do Palmeiras na final do Paulistão: 'Se não igualarmos na vontade, teremos dificuldades'

Publicidade

Por fim, Júlio Rondinelli afirmou que o Água Santa chega forte para a decisão contra o Palmeiras, enaltecendo tanto os jogadores quanto a direção do clube de Diadema.

- Então, chegamos forte, com os guerreiros que a gente diz, os atletas que realmente buscam sua oportunidade ou buscam um cenário maior e principalmente muito bem comandado, organizado pelo treinador, onde a presidência, a direção proporciona uma condição muito positiva e profissional a todos que representam esse clube.

Na história, a única vitória do Água Santa diante do Verdão foi em 2016 pelo placar elástico de 4 a 1. O jogo marcou uma das goleadas mais icônicas da história recente do clube.

Como teve melhor campanha, o Verdão irá decidir o título do Paulistão em casa em busca do bicampeonato estadual e do seu segundo título em 2023. O primeiro foi o da Supercopa do Brasil contra o Flamengo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.