Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Ex-Juventus e Inter de Milão enfrenta depressão e revela vício em drogas

Atleta desabafou nas redes sociais

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Daniel Osvaldo encerrou sua carreira no Banfield (Foto: Instagram) Lance

Daniel Osvaldo, atleta que teve passagens por equipes como Juventus, Inter de Milão e Boca Juniors, se manifestou nas redes sociais dizendo que está enfrentando um problema com depressão e um vício em drogas.

No vídeo, o jogador revelou com o que está lidando e disse que 'sente sua vida escapando das suas mãos'. Em um forte relato, afirmou que 'estava arrependido'.

- É difícil para mim fazer esse vídeo, pois nunca fiz algo assim. Mas acho que chegou o momento, porque estou bastante desesperado e não estou passando bem. Não sei se será um pedido de ajuda ou tenho necessidade de falar, pois faz muito tempo que venho vivendo uma depressão muito grande. Essa depressão me fez cair em alguns vícios, álcool e drogas. E a verdade é que estou em um momento no qual minha vida está escapando das mãos- disse.

➡️ Revanche? Ganhe mais de R$450 na vitória do Corinthians sobre o São Bernardo

Publicidade

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

- Tenho uma doença muito específica. Me falta autoestima, depressão, muitas vezes volto a cair nos vícios de novo. E caio na autodestruição. E isso destrói as pessoas que estão ao meu redor. Praticamente moro sozinho, trancado em casa. Não saio para lugar nenhum, não faço nada produtivo na minha vida. Não me animo nem de sair da cama, nem de ir ao banheiro mais - completou.

Publicidade

Com passagens por várias equipes da Europa, encerrou sua carreira em 2020, após uma passagem rápida pelo Banfield. Daniel Osvaldo defendeu camisas de times como Atalanta, Lecce, Fiorentina, Bologna, Roma, Juventus e Inter também. Inclusive, chegou até a ser convocado para seleção. No relato, ainda revelou estar enfrentando problemas financeiros.

- Não entendo como cheguei até aqui, mas pode acontecer com qualquer um. Não tenho emprego estável, gastei praticamente todas as minhas economias. Porque como não tenho renda, o dinheiro não dura para sempre. Mas isso é o de menos porque nunca me interessei por dinheiro. Nasci pobre e posso morrer pobr. Isso não me importa, mas o que mais me dói é que estou empobrecendo de alma - finalizou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.