Lance Ex-funcionários de Milton Neves são acusados de desvio milionário de apresentador

Ex-funcionários de Milton Neves são acusados de desvio milionário de apresentador

Mentor do crime teria desviado até R$ 10 milhões da empresa 'Terceiro Tempo', de Milton Neves

Lance
Lance

Lance

Lance

O apresentador da Band Milton Neves acusou seu ex-funcionário, Evandro Ribeiro, de ter desviado R$ 2,5 milhões da "Terceiro Tempo", empresa de publicidade e comunicação do apresentador onde Evandro trabalhou por mais de vinte anos como gerente, em um esquema de notas fiscais de serviços que não aconteceram. O valor do suposto desvio, no entanto, pode chegar a R$ 10 milhões por causa de saques indevidos e cheques com assinaturas suspeitas. A informação é da Veja São Paulo.

> Confira a classificação atualizada do Paulistão 2021 e simule os resultados

Evandro Ribeiro foi indiciado pela Polícia Civil por furto qualificado, abuso de confiança e concurso de agentes, no final de janeiro. A última acusação aconteceu porque dois funcionários que também trabalhavam na "Terceiro Tempo" confessaram aos crimes. A dupla abriu uma empresa fantasma que também emitia notas fiscais para ajudar no esquema supostamente liderado por Evandro.

Já Evandro Ribeiro negou as acusações e disse que o dinheiro recebido é, na realidade, um extra por gerir os imóveis de Milton Neves. O caso começou a ser desvendado em março de 2020, após a demissão de Ribeiro da "Terceiro Tempo". Na oportunidade, o apresentador havia inclusive pedido para que a dispensa de Evandro tivesse 20% de indenizações trabalhistas pelos seus anos na empresa, mas, após a denúncia, o gerente foi demitido por justa causa.

- Confiei a ele toda a minha movimentação financeira em São Paulo, Minas Gerais e Estados Unidos por duas décadas. Sua mãe, minha amiga e conterrânea, me pediu emprego e abriguei o filho dela e nele confiei, lamentavelmente - disse Milton Neves à Veja São Paulo.

- A história contada nessa infame denúncia vem perdendo força a cada instante. Cabe esclarecer que o Evandro foi um funcionário dedicado durante mais de duas décadas e sempre trabalhou com honestidade e dedicação. Sobre os valores que o senhor Milton Neves alega ter sido furtado, cabe a ele provar. O Evandro está tranquilo, sabe de sua inocência e, quando ela for provada, caberá a ele tomar as medidas cabíveis nas esferas cível, criminal e trabalhista - disse o advogado de Evandro Ribeiro.

Últimas