Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ex-Fluminense e atualmente no Grêmio, Nathan é citado em investigação sobre manipulação de apostas

Meia teria aceitado proposta para tomar cartão amarelo em jogo da Série A do Brasileirão

Lance|

O meia Nathan, ex-jogador do Fluminense atualmente no Grêmio, é mais um atleta citado na Operação Penalidade Máxima II, que investiga a manipulação de apostas na Série A do Campeonato Brasileiro de 2022 e nos Estaduais deste ano. Ainda atuando pelo time carioca, o atleta teria sido cooptado para receber um cartão amarelo no jogo contra o Fortaleza, no Maracanã, em setembro do ano passado, e receberia R$70 mil para executar o pedido.

Nathan, no entanto, não conseguiu executar a tarefa, uma vez que ficou no banco de reservas durante toda a partida. Em prints de conversas que constam no processo, apostadores dizem que o meia afirmou que seria titular no jogo e se irritam com a decisão do treinador Fernando Diniz.

+ Quem são os jogadores investigados por suspeita de manipulação e onde eles estão hoje

Em uma das trocas de mensagens, um apostador promete que Nathan teria que "arcar" caso não entrasse no jogo para cumprir a promessa de receber o amarelo.

Continua após a publicidade

A Operação Penalidade Máxima II é comandada pelo Ministério Público de Goiás. Os jogadores Eduardo Bauermann, do Santos, Gabriel Tota, do Ypiranga-RS, Victor Ramos, da Chapecoense, Igor Cariús, do Sport, Paulo Miranda, do Náutico, Fernando Neto, do São Bernardo, e Matheus Gomes, do Sergipe, estão sendo investigados. Além de Nathan, ainda foram citados no processo Vitor Mendes, do Fluminense, Richard, do Cruzeiro, Nino Paraíba e Dadá Belmonte, do América-MG, Kevin Lomonaco, do Red Bull Bragantino, Moraes, do Juventude, Nikolas Farias, do Novo Hamburgo, Jarro Pedroso, do Inter de Santa Maria, e Pedrinho, do Athletico-PR.

Veja abaixo os prints de mensagens sobre Nathan que constam no processo da Operação Penalidade Máxima II.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.