Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Phelps é soberano: veja nadadores com mais medalhas olímpicas

Um dos maiores atletas de todos os tempos, norte-americano possui 28 medalhas no total, sendo 25 ouros, 3 pratas e 2 bronzes

Esportes Olímpicos|Do R7


Maior potência olímpica, os Estados Unidos acumulam 2.522 medalhas na natação desde a primeira edição dos Jogos Olímpicos, em 1896, até a última, no Rio de Janeiro. Delas, 1.022 foram de ouro e 795 foram de prata. Michael Phelps é o líder, com 28 medalhas, sendo 23 de ouro
Maior potência olímpica, os Estados Unidos acumulam 2.522 medalhas na natação desde a primeira edição dos Jogos Olímpicos, em 1896, até a última, no Rio de Janeiro. Delas, 1.022 foram de ouro e 795 foram de prata. Michael Phelps é o líder, com 28 medalhas, sendo 23 de ouro
O também norte-americano Ryan Lochte é o segundo nadador com mais medalhas olímpicas na história. O atleta subiu 12 vezes no pódio, faturando seis ouros, três pratas e três bronzes. As conquistas se deram entre os Jogos de Atenas, em 2004, e Rio de Janeiro, em 2016. Entre os ouros, Lochte levou dois em provas individuais
O também norte-americano Ryan Lochte é o segundo nadador com mais medalhas olímpicas na história. O atleta subiu 12 vezes no pódio, faturando seis ouros, três pratas e três bronzes. As conquistas se deram entre os Jogos de Atenas, em 2004, e Rio de Janeiro, em 2016. Entre os ouros, Lochte levou dois em provas individuais
Natalie Coughlin é a mulher com mais medalhas olímpicas na natação. A atleta dos Estados Unidos conquistou 12 insígnias entre os Jogos de Atenas 2004 e Londres 2012 - três ouros, quatro pratas e cinco bronzes. Sua especialidade eram os 100 metros costas, prova em que foi campeã olímpica em duas oportunidades
Natalie Coughlin é a mulher com mais medalhas olímpicas na natação. A atleta dos Estados Unidos conquistou 12 insígnias entre os Jogos de Atenas 2004 e Londres 2012 - três ouros, quatro pratas e cinco bronzes. Sua especialidade eram os 100 metros costas, prova em que foi campeã olímpica em duas oportunidades
Dara Torres, também dos Estados Unidos, foi outra nadadora a acumular 12 medalhas olímpicas em sua carreira. Entre os Jogos de Los Angeles, em 1984, e a edição de Sydney, na Austrália, em 2000, ela colecionou quatro ouros, quatro pratas e quatro bronzes. As provas de 50 e 100 metros foram a sua especialidade
Dara Torres, também dos Estados Unidos, foi outra nadadora a acumular 12 medalhas olímpicas em sua carreira. Entre os Jogos de Los Angeles, em 1984, e a edição de Sydney, na Austrália, em 2000, ela colecionou quatro ouros, quatro pratas e quatro bronzes. As provas de 50 e 100 metros foram a sua especialidade
A nadadora Jenny Thompson, dos Estados Unidos, é mais uma que conquistou 12 medalhas olímpicas em sua carreira. Entre a edição de Barcelona, na Espanha, em 1992, e Sydney, na Austrália, em 2000, a atleta acumulou oito ouros, três pratas e um bronze. Todas as premiações douradas foram em provas de revezamento
A nadadora Jenny Thompson, dos Estados Unidos, é mais uma que conquistou 12 medalhas olímpicas em sua carreira. Entre a edição de Barcelona, na Espanha, em 1992, e Sydney, na Austrália, em 2000, a atleta acumulou oito ouros, três pratas e um bronze. Todas as premiações douradas foram em provas de revezamento
O nadador Matt Biondi, dos Estados Unidos, é um dos maiores da modalidade na história olímpica. Ele conquistou ouro em três edições consecutivas e somou 11 medalhas ao todo em sua trajetória. Entre os Jogos de Los Angeles, em 1984, e Barcelona, na Espanha, em 1992, levou oito douradas, duas pratas e um bronze
O nadador Matt Biondi, dos Estados Unidos, é um dos maiores da modalidade na história olímpica. Ele conquistou ouro em três edições consecutivas e somou 11 medalhas ao todo em sua trajetória. Entre os Jogos de Los Angeles, em 1984, e Barcelona, na Espanha, em 1992, levou oito douradas, duas pratas e um bronze
Durante 36 anos, o norte-americano Mark Spitz ostentou o recorde de medalhas de ouro em uma edição olímpica: sete. Em 2008, o compatriota e também nadador Michael Phelps o ultrapassou ao vencer oito provas. Spitz acumulou 11 medalhas na história olímpica, sendo nove delas de ouro, uma prata e um bronze
Durante 36 anos, o norte-americano Mark Spitz ostentou o recorde de medalhas de ouro em uma edição olímpica: sete. Em 2008, o compatriota e também nadador Michael Phelps o ultrapassou ao vencer oito provas. Spitz acumulou 11 medalhas na história olímpica, sendo nove delas de ouro, uma prata e um bronze
O nadador Gary Hall Jr. subiu ao pódio olímpico em dez oportunidades. O atleta dos Estados Unidos faturou cinco ouros, três pratas e dois bronzes competindo nos Jogos de Atlanta 1996, Sydney, na Austrália, em 2000 e Atenas, na Grécia, em 2004. Entre as insignias douradas que obteve, destacam-se duas nos 50 metros livre
O nadador Gary Hall Jr. subiu ao pódio olímpico em dez oportunidades. O atleta dos Estados Unidos faturou cinco ouros, três pratas e dois bronzes competindo nos Jogos de Atlanta 1996, Sydney, na Austrália, em 2000 e Atenas, na Grécia, em 2004. Entre as insignias douradas que obteve, destacam-se duas nos 50 metros livre
A alemã Franziska van Almsick conquistou dez medalhas olímpicas. Porém, a nadadora não levou nenhum ouro - foram quatro pratas e seis bronzes. Essa marca a torna a maior atleta olímpica - entre homens e mulheres - sem ter uma primeira colocação. Ela disputou quatro edições - entre Barcelona 1992 e Atenas 2004
A alemã Franziska van Almsick conquistou dez medalhas olímpicas. Porém, a nadadora não levou nenhum ouro - foram quatro pratas e seis bronzes. Essa marca a torna a maior atleta olímpica - entre homens e mulheres - sem ter uma primeira colocação. Ela disputou quatro edições - entre Barcelona 1992 e Atenas 2004
A nadadora australiana Leisel Jones acumulou nove medalhas olímpicas - três ouros, cinco pratas e um bronze. Ela disputou quatro edições dos Jogos entre 2000, em Sydney, e Londres, na Inglaterra, em 2012. E a única vitória em prova individual se deu nos 100 metros costas em Pequim, na China, em 2008
A nadadora australiana Leisel Jones acumulou nove medalhas olímpicas - três ouros, cinco pratas e um bronze. Ela disputou quatro edições dos Jogos entre 2000, em Sydney, e Londres, na Inglaterra, em 2012. E a única vitória em prova individual se deu nos 100 metros costas em Pequim, na China, em 2008
O australiano Ian Thorpe é o atleta de seu país com mais medalhas de ouro em Jogos Olímpicos: cinco. Além disso, ele conquistou três pratas e um bronze, somando nove premiações na história da competição. O detalhe é que o atleta obteve todas essas insígnias tendo disputado apenas duas edições - Sydney 2000, e Atenas 2004
O australiano Ian Thorpe é o atleta de seu país com mais medalhas de ouro em Jogos Olímpicos: cinco. Além disso, ele conquistou três pratas e um bronze, somando nove premiações na história da competição. O detalhe é que o atleta obteve todas essas insígnias tendo disputado apenas duas edições - Sydney 2000, e Atenas 2004
Maior nadador russo da história, Aleksandr Popov conquistou nove medalhas olímpicas. Em sua carreira, ele disputou as edições de Barcelona 92, Atlanta 96, Sydney 2000 e Atenas 2004, conquistando quatro ouros e cinco pratas. Foram duas medalhas douradas nos 50 metros livres e outras duas nos 100 metros livres
Maior nadador russo da história, Aleksandr Popov conquistou nove medalhas olímpicas. Em sua carreira, ele disputou as edições de Barcelona 92, Atlanta 96, Sydney 2000 e Atenas 2004, conquistando quatro ouros e cinco pratas. Foram duas medalhas douradas nos 50 metros livres e outras duas nos 100 metros livres
A nadadora norte-americana Shirley Babashoff subiu nove vezes no pódio olímpico. Em apenas duas edições - Munique, na Alemanha, em 1972, e Montreal, no Canadá, em 1976 -, a atleta faturou três ouros (todos em provas de revezamento) e seis pratas. Em que pese jamais ter obtido um ouro individual, consta como uma das maiores nadadoras de todos os tempos
A nadadora norte-americana Shirley Babashoff subiu nove vezes no pódio olímpico. Em apenas duas edições - Munique, na Alemanha, em 1972, e Montreal, no Canadá, em 1976 -, a atleta faturou três ouros (todos em provas de revezamento) e seis pratas. Em que pese jamais ter obtido um ouro individual, consta como uma das maiores nadadoras de todos os tempos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.