Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Etiene sobe ao pódio e Brasil fecha Mundial de natação com 8 medalhas

Nadadora ficou em terceiro lugar na final dos 50 m livre na competição em piscina curta. Brasileiros se despedem da China com dois ouros e seis bronzes

Esportes Olímpicos|Do R7


Etiene Medeiros bateu novamente o recorde sul-americano
Etiene Medeiros bateu novamente o recorde sul-americano

O Mundial de piscina curta chegou ao fim neste domingo — e o Brasil mais uma vez subiu ao pódio. Na decisão dos 50m livre, Etiene Medeiros repetiu a boa performance da semifinal, bateu novamente o recorde sul-americano (23s76) e ficou com a medalha de bronze.

Leia também

Esta foi a primeira vez em que Medeiros subiu ao pódio nesta prova, a mesma em que foi finalista olímpica nos Jogos Rio-2016. Na ocasião, Etiene ficou na lanterna.

As holandesas Ranomi Kronmowidjojo (23s19, recorde de torneio) e Femke Heemskerk (23s67) repetiram a classificação na semifinal do Mundial de piscina curta e ficaram com as medalhas de ouro e prata, respectivamente.

- Sei do meu potencial nos 50m livre, é nato isso. É uma prova que deu final olímpica [na ocasião, ela ficou em oitavo]. Fui hoje com a cara e a coragem. O esporte é gratificante porque consegui superar um obstáculo muito difícil para mim. Mais uma vez, essa prova mostra que tenho potencial de estar em 2020 e brigar por uma medalha [olímpica]. Estou muito feliz. Última prova individual aqui da competição, é muito difícil manter o nível de concentração. Não é fácil estar aqui. Isso é o esporte, o brilho do esporte. Obrigada pelo apoio - disse Etiene.

Publicidade

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Os outros dois bronzes do Brasil neste domingo vieram de Daiene Dias (100 m borboleta, com o tempo de 56s31) e Felipe Lima (50 m peito, com a marca de 25s80). João Gomes Júnior também disputou a mesma prova que Lima, mas ficou na sexta posição (26s02).

Publicidade

Por pouco o revezamento 4x100 medley não rendeu outra medalha ao país, mas o quarteto formado por Guilherme Guido, Felipe Lima, Nicholas Santos e Breno Correia ficou com a quarta colocação (3min22s).

Fliperama em São Paulo transporta jogadores para outra época

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.