Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Brasil tem 15 medalhas olímpicas no atletismo; relembre todas elas

Nomes como João do Pulo, Adhemar Ferreira da Silva, Maurren Maggi e Robson Caetano trouxeram resultados positivos ao país

Esportes Olímpicos|Do R7


O atletismo brasileiro conquistou 15 medalhas olímpicas. Adhemar Ferreira da Silva é o único bicampeão do país na modalidade. No salto triplo, ele foi medalha de ouro em Helsinque 1952 e Melbourne 1956
O atletismo brasileiro conquistou 15 medalhas olímpicas. Adhemar Ferreira da Silva é o único bicampeão do país na modalidade. No salto triplo, ele foi medalha de ouro em Helsinque 1952 e Melbourne 1956
Joaquim Cruz foi mais um brasileiro a ser medalhista em duas edições olímpicas no atletismo. Em 1984, na edição disputada em Los Angeles (EUA), ele foi medalha de ouro nos 800 metros. Quatro anos depois, em Seul, na Coreia do Sul, ele ficou em segundo lugar na mesma prova, faturando a prata
Joaquim Cruz foi mais um brasileiro a ser medalhista em duas edições olímpicas no atletismo. Em 1984, na edição disputada em Los Angeles (EUA), ele foi medalha de ouro nos 800 metros. Quatro anos depois, em Seul, na Coreia do Sul, ele ficou em segundo lugar na mesma prova, faturando a prata
Robson Caetano tem duas medalhas olímpicas no atletismo. O brasileiro foi bronze na disputa dos 200 metros rasos em Seul 1988, na Coreia do Sul. Em Atlanta, oito anos depois, ele fez parte da equipe do revezamento 4x100 metros rasos que ficou com o terceiro lugar na prova
Robson Caetano tem duas medalhas olímpicas no atletismo. O brasileiro foi bronze na disputa dos 200 metros rasos em Seul 1988, na Coreia do Sul. Em Atlanta, oito anos depois, ele fez parte da equipe do revezamento 4x100 metros rasos que ficou com o terceiro lugar na prova
A única medalha olímpica do Brasil na maratona, prova que fecha os Jogos, foi de Vanderlei Cordeiro de Lima. Ele ficou com o bronze, mas esteve perto de conquistar o ouro, não fosse um fator externo. O atleta foi atirado para fora da pista foi um ex-padre irlandês, mas mostrou espírito esportivo, seguiu na prova e foi terceiro colocado
A única medalha olímpica do Brasil na maratona, prova que fecha os Jogos, foi de Vanderlei Cordeiro de Lima. Ele ficou com o bronze, mas esteve perto de conquistar o ouro, não fosse um fator externo. O atleta foi atirado para fora da pista foi um ex-padre irlandês, mas mostrou espírito esportivo, seguiu na prova e foi terceiro colocado
Nos Jogos de Pequim, na China, em 2008, Maurren Maggi entrou para a história ao tornar-se a primeira brasileira a conquistar a medalha de ouro em uma prova de atletismo. O feito foi obtido no salto em distância e até hoje nenhuma outra atleta do país conseguiu chegar ao topo de uma das provas da mais nobres das modalidades olímpicas
Nos Jogos de Pequim, na China, em 2008, Maurren Maggi entrou para a história ao tornar-se a primeira brasileira a conquistar a medalha de ouro em uma prova de atletismo. O feito foi obtido no salto em distância e até hoje nenhuma outra atleta do país conseguiu chegar ao topo de uma das provas da mais nobres das modalidades olímpicas
Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Thiago Braz conseguiu a façanha de ser o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha no salto com vara. Mais ainda: o atleta, natural da cidade de Marília (SP), ficou com o ouro na prova, quebrando o recorde olímpico. Tudo isso diante da torcida brasileira
Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, Thiago Braz conseguiu a façanha de ser o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha no salto com vara. Mais ainda: o atleta, natural da cidade de Marília (SP), ficou com o ouro na prova, quebrando o recorde olímpico. Tudo isso diante da torcida brasileira
O atletismo brasileiro subiu quatro vezes ao pódio olímpico na prestigiosa prova do revezamento dos 4x100 metros rasos. A equipe masculina foi medalha de bronze em Atlanta (EUA) 1996 e Pequim (CHI) 2008. e obteve a prata em Sydney (AUS) 2000. Já o feminino ficou com o terceiro lugar na edição da capital chinesa
O atletismo brasileiro subiu quatro vezes ao pódio olímpico na prestigiosa prova do revezamento dos 4x100 metros rasos. A equipe masculina foi medalha de bronze em Atlanta (EUA) 1996 e Pequim (CHI) 2008. e obteve a prata em Sydney (AUS) 2000. Já o feminino ficou com o terceiro lugar na edição da capital chinesa
Nos Jogos de Helsinque, na Finlândia, em 1952, o Brasil foi ouro com Adhemar Ferreira da Silva, no salto triplo. E também faturou o bronze no salto em altura. O feito foi de José Telles da Conceição. Essa é a única insígnia do país na prova na história. Telles também acumulou dois bronzes nos Jogos Pan-Americanos
Nos Jogos de Helsinque, na Finlândia, em 1952, o Brasil foi ouro com Adhemar Ferreira da Silva, no salto triplo. E também faturou o bronze no salto em altura. O feito foi de José Telles da Conceição. Essa é a única insígnia do país na prova na história. Telles também acumulou dois bronzes nos Jogos Pan-Americanos
Assim como Adhemar Ferreira da Silva, o paulista Nelson Prudêncio foi duas vezes medalhista olímpico no salto triplo. Nos Jogos da Cidade do México, em 1968, ele foi prata. Quatro anos mais tarde, em Munique, na Alemanha, o atleta ficou com o bronze na mesma modalidade olímpica
Assim como Adhemar Ferreira da Silva, o paulista Nelson Prudêncio foi duas vezes medalhista olímpico no salto triplo. Nos Jogos da Cidade do México, em 1968, ele foi prata. Quatro anos mais tarde, em Munique, na Alemanha, o atleta ficou com o bronze na mesma modalidade olímpica
João do Pulo foi mais um brasileiro a subir duas vezes no pódio olímpico por sua performance no salto triplo. Nos Jogos de Montreal, no Canadá, em 1976, o competidor ficou com a medalha de bronze. Na edição de 1980, em Moscou, ele repetiu o feito e ficou com o terceiro lugar na mesma prova
João do Pulo foi mais um brasileiro a subir duas vezes no pódio olímpico por sua performance no salto triplo. Nos Jogos de Montreal, no Canadá, em 1976, o competidor ficou com a medalha de bronze. Na edição de 1980, em Moscou, ele repetiu o feito e ficou com o terceiro lugar na mesma prova

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.