Lance Escalado para o GP dos médios do BJJ Stars, Mica Galvão analisa adversários e diz qual a sua maior motivação no torneio: “entrar para a história”

Escalado para o GP dos médios do BJJ Stars, Mica Galvão analisa adversários e diz qual a sua maior motivação no torneio: “entrar para a história”

Manauara de apenas 18 anos vai disputar o prêmio de cem mil reais do GP

Lance
Lance

Lance

Lance

Um dos grandes talentos da nova geração da arte suave, Mica Galvão foi o último nome anunciado para o GP dos médios do BJJ Stars 8, que acontece no dia 30 de abril em São Paulo, e dará ao campeão do torneio uma premiação de 100 mil reais. Ele se junta aos faixas-pretas Leandro Lo, vencedor do GP da quarta edição do BJJ Stars, Isaque Bahiense, que perdeu para Lo na final, além de Pedro Machado, Roberto Jimenez, Léo Lara, Maurício Oliveira e Lucas “Hulk”. Ansioso para participar do evento, o fenômeno manauara de apenas 18 anos diz que não tem um favorito e aposta em grandes combates no torneio.

“Minha expectativa é a melhor possível. Me preparei durante anos para esse momento. Vou lutar contra os melhores e sei que eu posso ter uma boa performance. Com certeza teremos grandes lutas neste torneio. Todos os nomes ali são consagrados, são grandes campeões, mas acredito que não tenha nenhum favorito nesse GP. Não tem como apontar quem será o adversário mais duro porque eu sei que todos estão treinando muito forte. Quem quer que sejam os meus oponentes no torneio, vou entrar como sempre entro nas minhas lutas, procurando a finalização. Mal posso esperar pelo dia”, disse Mica.

Mica chegou à faixa-preta em março do ano passado e, desde então, tem conquistado resultados importantes na arte suave. Ano passado ele foi campeão do World Pro, realizado em Abu Dhabi, e garantiu sua vaga no ADCC, maior torneio de grappling do mundo, ao vencer a seletiva da América Latina. De olho em mais um grande feito, Mica destacou a importância da premiação, mas garantiu que o seu verdadeiro objetivo no GP é gravar o seu nome na história do Jiu-Jitsu.

“A premiação é um grande incentivo e um passo enorme para o Jiu-Jitsu brasileiro. Essa é uma das maiores premiações da história do grappling no Brasil, mas o dinheiro é consequência. Esse prêmio vem de acordo com o nosso trabalho e com as vitórias. Esse não é o meu maior objetivo, o que eu quero é deixar o meu nome marcado na história. Claro que o dinheiro vai me ajudar nos meus projetos e a realizar os meus sonhos, mas o grande objetivo é entrar para a história”, concluiu.

O BJJ Stars 8, que conta com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo, vai acontecer no dia 30 de abril a partir das 19h no Clube Hebraica. Os ingressos já podem ser adquiridos através do site www.bjjstars.tv.

Últimas