Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Equipes mineiras dominam e vencem os primeiros jogos das semifinais da Superliga Feminina

Praia Clube e Minas derrotaram Flamengo e Osasco, respectivamente

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

Nos dois primeiros jogos pelas semifinais da Superliga Feminina de Vôlei, as duas equipes mineiras na fase venceram seus duelos, nesta segunda-feira (8). O Praia Clube derrotou o Flamengo em um jogo eletrizante e o Minas venceu de forma dominante o Osasco. Na sexta-feira (12), os segundos jogos serão disputados.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

PRAIA CLUBE 3X2 FLAMENGO

O Praia Clube saiu na frente na semifinal da Superliga Feminina contra o Sesc-Flamengo. Em um grande jogo na Arena Praia, em Uberlândia, as atuais campeãs venceram no tie-break: 3 sets a 2, com parciais de 19/25, 25/20, 25/19, 22/25 e 15/9. A líbero Natinha foi eleita a melhor da partida.

Publicidade

➡️ Shaquille O’Neal revela ter arremessado pela janela a medalha de ouro das Olimpíadas de 1996; entenda a história

O próximo jogo será na sexta-feira (12), às 18h30, no Maracanãzinho. O Rubro-Negro precisa vencer para forçar o terceiro jogo, que será na segunda-feira (15). Em caso de nova vitória, o Praia Clube chegará à sua sexta final seguida de Superliga.

Publicidade

OSASCO 1X3 MINAS

Fora de casa, o Minas não se intimidou com a torcida paulista e venceu o Osasco por 3 sets a 1, com parciais 22/25, 18/25, 25/20 e 20/25. Peña foi eleita a melhor jogadora da partida e levou troféu Viva Vôlei

Publicidade

O próximo jogo será na sexta-feira (12), às 21h30, na Arena UniBH. O time paulista precisa vencer para forçar o terceiro jogo, que será na segunda-feira (15). Se o time mineiro ganhar, chegará na quinta final consecutiva de Superliga.

➡️ Tsunoda fica em 10º no GP do Japão e alcança marca importante em casa

DOMÍNIO MINEIRO

De forma dominante, os times mineiros vêm dominando o cenário do vôlei. No feminino, Praia Clube e Minas fizeram a final nos últimos quatro anos, até mesmo na Copa Brasil de Vôlei e no Campeonato Sul-Americano, os rivais jogaram decisões.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.