Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Equipe argentina sai na frente na Semana de Vela de Angra dos Reis

Katara venceu as duas primeiras regatas do campeonato e lidera o Campeonato Brasileiro com brasileiro em destaque

Lance

Lance|Do R7


Lance
Barco Katara lidera após o primeiro dia / Crédito: Aline Bassi / Balaio de Ideias

O veleiro argentino Katara, do Yacht Club Argentino, de Buenos Aires, saiu na frente na disputa da Semana Internacional de Vela de Angra dos Reis, realizada pelo Angra dos Reis Marina Clube e com parceria com a Prefeitura de Angra dos Reis.

A equipe comandada por Julian Somodi venceu as duas regatas realizadas nesta quinta-feira na Baía da Ribeira derrotando os atuais campeões Brasileiros, o Crioula, e lidera não só o evento bem como a disputa do Campeonato Brasileiro de Vela de Oceano na classe ORC, a principal do país, reconhecida pela World Sailing.

Foram realizadas duas regatas barla sota com vento em torno dos 15 nós no quadrante Leste. Na terceira posição geral está o Boto V com um terceiro lugar na primeira regata e um quarto na segunda ficando com sete pontos perdidos.

O carioca André Mirsky veio direto da Holanda para a disputa do evento com o barco argentino com a função de tático . Ele começou a velejar justo em Angra dos Reis, lugar que guarda com carinho e tem conhecimento: "Para mim é muito legal vir de lá da Holanda e ganhar aqui em Angra, que é o lugar que aprendi, em Ilha Grande. Meu pai (Sérgio Mirsky, o Rei do Fita Azul, barco que cruza a linha em primeiro lugar) me colocava pra fazer um percurso todo dia de Ilha Grande para outra ilha , eu achava horrível, morria de medo. Isso faz diferença. Hoje na escolha de velas, tivemos que tirar algumas do barco . Vela pesada atrapalha o barco. A previsão era de 20 nós, mas sabia que seria muito difícil isso, ficou todo mundo preocupado. São decisões que quem é mais local, acaba ajudando", destacou Mirsky que não esperava as duas vitórias no primeiro dia.

Publicidade

"Duas vitórias não esperávamos. O vento hoje era médio, favorável pra gente, estávamos confiantes. Na segunda regata vimos que estávamos bem, fizemos o contra-vento junto com os barcos maiores, acertamos tudo e administramos o resultado mesmo pra mim que não conhecia muito o barco, os ângulos, timing das coisas", apontou.

André coloca os pés no chão sobre a sequência do campeonato, que termina domingo, para manter a liderança: "Acho que é muito difícil a gente continuar na ponta. Se tivermos pernas de través, regatas de percurso, vai favorecer barcos planantes, de pouco peso, barcos C-30, barcos como o Phoenix, o Crioula e outros. Se forem regatas barla sota com contra-vento e um popa bem definido, continuaremos com chances. Angra , diferente do Rio de Janeiro, o vento continua para mais tarde , no Rio é muito forte 12h30, 13h30, 14h e acaba enquanto que aqui até umas 16h30 e fica mais justo".

Publicidade

O argentino Julian Somodi, comandante do Katara, está adorando Angra dos Reis (RJ) e chegou sem medo dos grandes barcos brasileiros na disputa: "

Não temos problema (com os grandes brasileiros). Podemos concorrer com quem for, não temos medo. A disputa está bem interessante, temos um grupo bem profissional, será bem parelho. Questão é ir bem nas regatas e depois desfrutar o paraíso que é Angra. O clube é ótimo, é pequeno, mas um coração grande e ficamos bem felizes", disse Somodi.

Publicidade

André Sobral, do Boto V, equipe de Paraty (RJ), destacou o bom resultado do primeiro dia deixando a equipe no top 3: "Foram duas boas regatas, bem técnicas, vento Leste, mar bem picadinho. Acertamos bem, pessoal bem acostumado com a região, Jonny King sempre veleja na região e o Boto é de Paraty, estamos perto da nossa região. Boto é um Crusier Racer, é mais pesado, mas a condição nos favoreceu, tínhamos um brisa boa para tracionar e ter uma boa velocidade. Vamos tentar manter a pegada, quando tiver regata de percurso fica mais complicado, é mais loteria, mais calmo e vento muito fraco não é muito bom pra gente. Está muito gostoso com amigos, família, estamos muito felizes de estar aqui", destacou André Sobral, comandante do veleiro.

Na classe BRA-RGS, o Cristalino, do Iate Clube do Rio de Janeiro, de Renato Fernandes, conquistou a vitória na regata de percurso realizada com 1h37min46s no tempo corrigido. O Buscapé ficou em segundo lugar e o Orion em terceiro.

A Semana Internacional de Vela de Angra dos Reis conta importantes pontos na disputa da Copa Brasil de Vela de Oceano que definirá os melhores barcos na temporada para as classes ORC e BRA-RGS.As disputas do campeonato seguem nesta sexta-feira, 8, a partir das 12h até o domingo, 10. Ao todo são 45 barcos com cerca de 300 velejadores de todo o Brasil e da Argentina. Além da ORC e BRA-RGS estão na disputa veleiros do Bico de Proa e da classe Cruzeiro.

Ao término de todos os dias de regata haverá shows com Rock e Blues , DJ e Canoa de Cerveja para os participantes.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.