Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Entenda por que o Palmeiras atrasou o pagamento das parcelas pela compra de Piquerez

Verdão terá mais uma ação na Fifa para depositar o valor devido ao Peñarol-URU

Lance

Lance|Do R7


Lance
Palmeiras será notificado pela Fifa por falta de pagamento pela compra de Piquerez (Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras é mais uma vez alvo de uma ação na Fifa por conta do atraso no pagamento referente à compra de Piquerez junto ao Peñarol-URU. A dívida é de 900 mil de dólares (R$ 4,38 milhões), pela última parcela da transferência, que foi acorda há cerca de dois anos. Mas qual é o motivo para que o Verdão não pague a conta no prazo? O Lance! buscou as respostas com fontes do clube.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

Segundo apuração da reportagem, a questão que pesa para o atraso é o problema no fluxo de caixa do Alviverde. Ou seja, naquele mês em que a parcela vence, o clube não dispõe do valor cheio para pagar ao credor, seja o Peñarol ou qualquer outro envolvido que tenha algo a receber no período.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

Publicidade

Apesar de julho ter fechado com lucro de R$ 28,9 milhões, o Palmeiras vinha de um primeiro semestre com déficit de quase R$ 3 milhões em suas contas, o que pode ter prejudicado o planejamento para pagar os uruguaios.

Tanto é que houve uma tentativa de acordo do Alviverde em agosto para evitar a ida para a Fifa, mas o Peñarol preferiu buscar a entidade, o que acarretará em uma multa e juros, fazendo com que a dívida chegue a cerca de 1 milhão de dólares (R$ 4,87 milhões).

Publicidade

+ Palmeiras atrasa pagamento por Piquerez, e Peñarol busca a Fifa para receber o dinheiro

Com a burocracia e o tempo de julgamento do caso, a tendência é que o veredicto da Fifa saia apenas em 2024, quando efetivamente o Palmeiras terá um prazo para quitar o valor. Se não pagar, pode sofrer punições como a proibição de contratar jogadores em uma janela de transferências.

A parcela que venceu em 2022 também teve atraso até chegar nos cofres do Peñarol. Com isso, os uruguaios buscaram a Fifa e o Palmeiras precisou pagar 1 milhão de dólares (R$ 4,84 milhões na cotação da época), mais 100 mil dólares de multa (R$ 484 mil). Ao cumprir a notificação da entidade, os dirigentes palmeirenses evitaram uma sanção.

Piquerez foi contratado em meados de 2021 junto ao clube uruguaio por 3,8 milhões de dólares (R$ 19,77 milhões na cotação da época). O acerto foi feito por meio de parcelamento. Todas os outros vencimentos já foram pagos pelo Verdão, restando esse último no valor de 900 mil dólares (R$ 4,38 milhões).

+ Gómez retorna, e Palmeiras deve ter todos os convocados diante do Goiás; veja provável time

O lateral-esquerdo está há quase dois anos no Palmeiras, período no qual disputou 110 jogos e marcou cinco gols. Além disso, conquistou seis títulos pelo clube: uma Libertadores (2021), um Brasileirão (2022), dois Paulistas (2022 e 2023), uma Recopa (2022) e uma Supercopa (2023).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.