Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Entenda como Zubeldía ganhou o elenco do São Paulo fazendo o oposto de Carpini 

Ainda que os dois treinadores tenham perfis de trabalho semelhante, o novo comandante tem conseguido extrair mais do nível técnico...

Lance

Lance|Do R7

(Foto: Anderson Romao/AGIF)

Os resultados do São Paulo desde que o técnico Luis Zubeldía assumiu a equipe fizeram com que rapidamente o treinador argentino ganhasse o elenco do Tricolor. Thiago Carpini, antecessor no cargo, tinha o respaldo do grupo, mas não resistiu à pressão após maus resultados e foi demitido há cerca de um mês. 

➡️Com R$100 no Lance! Betting, fature R$355 se o São Paulo vencer e ambos marcarem no MorumBIS

No dia a dia, o perfil de ambos os comandantes é parecido. Os dois cobram bastante intensidade, mas na medida certa, longe do estilo “xerifão”.

Publicidade

Por outro lado, enquanto Carpini é mais “parceiro” dos atletas, Zubeldía adota uma postura mais professoral no São Paulo, sempre indicando formas para que os profissionais possam evoluir, buscando fazê-los entender onde estão errando e como podem melhorar.

E foi assim que o argentino tem conseguido extrair mais dos atletas do São Paulo, fazendo com que a equipe não tenha perdido desde a sua chegada. São cinco vitórias e um empate, em seis jogos. 

Publicidade

➡️ Siga o Lance! São Paulo no WhatsApp e acompanhe todas as notícias do Tricolor

Outro motivo que fez com que Luis Zubeldía ganhasse o elenco do Tricolor neste início de trabalho é a meritocracia. O treinador tem dado chances para atletas que vinham tendo poucas oportunidades ou atuando na posição certa. São casos como os de Patryck, Michel Araújo e Juan. 

Publicidade

O primeiro tem conquistado mais minutos em campo, tendo sido titular e jogado os 90 minutos nos dois últimos compromissos do São Paulo, contra Fluminense e Cobresal, do Chile. 

Já Araújo vinha atuando como lateral-esquerdo com Carpini, mas desde a chegada de Zubeldía voltou a ter chances na sua posição, o meio-campo. Seja começando ou entrando no decorrer da partida, ele só esteve fora de um compromisso com o novo treinador. 

➡️ Veja tabela com datas e horários de todos os jogos do Brasileirão

Juan, por sua vez, foi titular duas vezes com o argentino e em ambas as oportunidades participou de gols: marcou duas vezes contra o Águia de Marabá, pela Copa do Brasil, e deu uma assistência contra o Fluminense, no Brasileirão.

Esse posicionamento, de dar espaço para atletas que têm treinado diariamente, tem surtido muito efeito internamente, principalmente em comparação com a postura mediante a James Rodríguez, que não tem sido utilizado pelo treinador, preterido por atletas menos badalados, mas que estão apresentando mais em termos de trabalho no cotidiano. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.