Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Em meio a rixas entre Palmeiras e São Paulo, presidentes do Conselho dos quatro grandes criam colegiado

Encabeçado por Romeu Tuma Júnior, representante do Corinthians, encontro marcou início de parceria entre os órgãos

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

Em um momento onde as diretorias de Palmeiras e São Paulo estão em pé de guerra, o presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, Romeu Tuma Júnior, reuniu os responsáveis pelo órgão nos quatro grandes clubes do estado paulistano. O encontro, realizado na última quinta-feira (14), resultou na criação de um coletivo entre eles.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Ainda que o momento seja delicado entre os membros das direções de duas das quatro equipes envolvidas no grupo, o assunto não foi tratado e a ideia foi recebida por todos os chefes do ‘legislativo’ dos clubes durante o encontro.

A organização busca repetir algo que aconteceu na década de 90, quando, entre 1994 e 1995, Tuma era vice-presidente do Timão e reuniu os vices de Palmeiras, Santos e São Paulo. Entre alguns acordos verbais estabelecidos à época estiveram o de um clube não comprar jogador do outro e também o estabelecimento de um teto salarial para que as equipes não fossem ameaçadas por jogadores a terem que depositar o valor do ‘passe’ na Federação Paulista de Futebol.

Publicidade

– Quando eu fui vice de futebol do Corinthians, entre 1994 e 1995, tinha um diálogo muito bom com os vice-presidentes do São Paulo e do Palmeiras. E superamos muitas barreiras. Quando vencia o contrato do jogador, se demorasse 15 dias, tinha de depositar o passe na Federação, e o cara ficava ameaçando, se o jogador queria mais, que na hora de depositar o passe, tal clube não iria contratar. Os clubes de São Paulo fizeram um acordo de cavalheiros e estabelecemos um teto de salários e ninguém contratava um jogador do outro time. Isso me deu como exemplo e vi que os presidentes do conselho precisam estar juntos, ajudar de forma coletiva – disse Romeu em contato exclusivo com o Lance!.

Tuma também revela que já foram notadas algumas divergências, mas que os presidentes do Conselho estão dispostos a dialogar em busca de consenso, principalmente porque todos os estatutos estão em processo de reforma.

Publicidade

– Foi uma primeira reunião muito positiva. Temos alguns entraves, questões diuturnas dos clubes, conselhos, estatutos. Os quatro, por coincidência, estão em processo de reforma estatutária. Entraves no dia a dia do clube, interno e externo. A iniciativa foi um ponto positivo para construir pontes e não muros.

Além de Romeu Tuma, participaram da Reunião: Alcyr Ramos da Silva Júnior (presidente do Conselho Deliberativo do Palmeiras), Fernando Akaoui (presidente do Conselho Deliberativo do Santos) e Olten Ayres de Abreu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.