Lance Em jogo morno, Oeste e Chapecoense ficam no zero pela Série B

Em jogo morno, Oeste e Chapecoense ficam no zero pela Série B

Em partida sem grandes emoções na Arena Barueri, equipes somaram apenas um ponto cada na primeira rodada da competição

Lance
Lance

Lance

Lance

Em partida válida pela primeira rodada do Brasileirão Série B, Oeste e Chapecoense bem que tentaram, mas não conseguiram tirar o zero do placar na manhã de domingo (9), na Arena Barueri.

Com o resultado, a equipe de Renan Freitas agora mira o próximo confronto diante o CRB, em Alagoas, enquanto o time de Umberto Louzer receberá o CSA, na Arena Condá. Ambos os jogos serão disputados na próxima quarta-feira (12).

O jogo

Mesmo atuando longe de seus domínios, a equipe da Chapecoense, que recentemente chegou à final do Campeonato Catarinense, não sentiu-se intimidada e partiu pra cima do Oeste logo no início. Nos primeiros 10 minutos de jogo, a equipe catarinense deu trabalha ao sistema defensivo adversário, em três tentativas com Willian Oliveira, Aylon e Paulinho Moccelin, porém todas sem sucesso.

Entretanto, tentando esquecer a campanha que acabou decretando seu rebaixamento no Estadual, aos poucos foi melhorando no confronto e conseguindo achar espaços para atacar também. Com isso, aos 15 minutos, a primeira finalização com perigo foi Mantuan, passando ao lado da trave do gol de João Ricardo.

Com o panorama do confronto seguindo melhor para os donos da casa, já na reta final o time de Renan Freitas ainda teve mais duas chances de abrir a contagem em Barueri. Em uma delas, o camisa 1 da Chape acabou falhando ao fazer a defesa, mas rapidamente recuperou-se no lance mantendo o marcador parcial sem alteração.

No retorno para a etapa final, sem nenhuma troca em ambos os lados, até meados dos 15 minutos a partida mostrava-se equilibrada. Com poucos lances de perigo, os goleiros praticamente não trabalharam.

Com o passar do tempo, nem mesmo as alterações por ambos os lados surtiam efeito. Tentando segurar algumas investidas da Chape, o Oeste não se descuidava da defesa, apostando em contra-ataques rápido pra surpreender os catarinenses.

Contando os minutos no relógio com os acréscimos, a equipe de Umberto Louzer ainda seguia melhor na busca de um tento apenas. Porém, as chances não apareceram dando a deixa para a arbitragem dar o apito final na Arena.

Últimas