Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Em jogo com emoção na reta final, Botafogo segura empate contra o Cruzeiro no Mineirão

Equipes empatam em 0 a 0 no Mineirão neste domingo (6), pelo Campeonato Brasileiro

Lance

Lance|Do R7


Lance
Adryelson sobe para dividida (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Foi um jogo tenso, brigado, mas Cruzeiro e Botafogo ficaram no 0 a 0 neste domingo (6). Em jogo pela décima-oitava rodada do Brasileirão, a Raposa pressionou os alvinegros, buscou chances, mas esbarrou em atuações implacáveis de Adryelson e Lucas Perri no Mineirão.

A partida, porém, deixou preocupações para o Glorioso. O artilheiro do Brasileirão, Tiquinho Soares, deixou o gramado com dores no joelho esquerdo. O clube informou que o camisa 9 sofreu entorse no local e iniciou tratamento.

O líder Botafogo chegou a 44 pontos na competição. O Cruzeiro está com 24 pontos.

OS CINCO LANCES QUE MARCARAM A PARTIDA:

Publicidade

POUCAS EMOÇÕES... Houve muita expectativa, mas poucas emoções no primeiro tempo no Mineirão. O Cruzeiro acuou o Botafogo, apostou em jogadas pelos lados com William e Matheus Pereira, só que esbarrou no forte bloqueio alvinegro. A equipe de Bruno Lage, por sua vez, foi inofensiva na frente.

PREOCUPAÇÃO COM O ARTILHEIRO... Uma dor de cabeça começou a rondar o Botafogo na etapa inicial. Após dividida com Neris, Tiquinho Soares caiu no gramado se queixando de dores. O camisa 9 saiu do gramado carregado e teve diagnosticado inicialmente um quadro de entorse no joelho esquerdo.

Publicidade

TRABALHA, ADRYELSON! A equipe celeste abusava dos lançamentos e dos passes para a área. Neste momento, Adryelson entrou em cena se atirando para cortar jogadas.

PASSOU PERTO... Na reta final, o Cruzeiro acelerou seu ritmo e teve chances. Rafael Elias arriscou, mas a zaga cortou. Em seguida, Mateus Vital encheu o pé e a bola passou rente à trave.

PERRI ESPETACULAR! Lucas Perri voltou a se tornar fundamental para o Botafogo. Na reta final, o goleiro esticou-se e fez duas defesas consecutivas em cabeçadas de Rafael Elias.

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO?

Houve muita expectativa para poucas emoções . Lucas Silva abria caminho para William e Matheus Pereira tentassem jogadas. Porém, a bola não chegava com precisão para Gilberto concluir. Do outro lado, o Botafogo via Cuesta e Adryelson se desdobrarem para frear o ímpeto adversário. Com Eduardo muito bem marcado, os alvinegros não encontravam alternativas para desenvolver jogadas e viam Victor Sá e Júnior Santos serem facilmente marcadas. Nos últimos minutos, o líder do Brasileirão se deparou com uma preocupação. Após dividida com Neris, Tiquinho Soares desabou no gramado se queixando de dores no joelho esquerdo. O Alvinegro informou que o camisa 9 sofreu uma entorse na região.

E O SEGUNDO TEMPO?

Na volta do intervalo, a equipe celeste continuou a jogar de maneira incisiva. As jogadas eram alçadas por Matheus Pereira e William, mas Adryelson se desdobrava para salvar. Em cobrança de falta, Matheus Pereira fez Lucas Perri se esticar para defender. Aos poucos, os alvinegros se soltaram e levaram perigo tanto em tentativa de Eduardo quanto em finalização de Matías Segovia que parou nas mãos de Anderson. Mas eram os cruzeirenses que ditavam o ritmo e proporcionaram uma reta final de tirar o fôlego. Mateus Vital encheu o pé e a bola passou rente à trave. Nos últimos minutos, Lucas Perri teve novo momento iluminado. Após cruzamento, Rafael Elias cabeceou e o camisa 12 esticou-se até salvar. Em jogada semelhante, o goleiro botafoguense lutou até fazer defesa dificílima à queima-roupa. Nos acréscimos, Luciano Castán ainda cabeceou rente à trave. Em jogo tenso, o Alvinegro arrancou um suado empate.

PRÓXIMOS JOGOS

O Cruzeiro volta a campo na segunda-feira, dia 14, para enfrentar o Palmeiras no Allianz Parque pela décima-nona rodada do Brasileirão. O Botafogo, por sua vez, direciona suas atenções na quarta-feira (9) para a Copa Sul-Americana, e faz o jogo de volta com o Guaraní, do Paraguai, no Estádio Defensores del Chaco. Pelo Campeonato Brasileiro, o Glorioso vai a campo novamente no sábado (12), para enfrentar o Internacional, às 21h, no Nilton Santos.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0x0 BOTAFOGO

Data e hora: 6 de agosto de 2023, às 18h30

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Cartões amarelos: Luciano Castán (CRU), Tiquinho Soares, Marçal (BOT)

CRUZEIRO (Técnico: Samuel Elias)

Anderson; William (Palacios, 25/2T), Neris, Luciano Castán e Marlon; Matheus Jussa, Lucas Silva, Machado (Mateus Vital, 18/2T) e Matheus Pereira (Nikão, 28/2T); Arthur Gomes (Paulo Vítor, 25/2T) e Gilberto (Rafael Elias, 18/2T).

BOTAFOGO (Técnico: Bruno Lage)

Lucas Perri; Di Plácido, Adryelson, Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Janderson, 26/2T) e Eduardo (Danilo Barbosa, 47/2T); Júnior Santos (Matías Segovia, intervalo), Tiquinho Soares (Lucas Fernandes, 46/1T) e Victor Sá (Carlos Alberto, 26/2T)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.