Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Em clássico marcado por expulsões, São Paulo derrota Santos no Morumbi e alivia pressão

O Tricolor venceu o Peixe em casa por 3 a 1, em partida marcada por duas expulsões e duas cobranças de pênaltis

Lance|

Lance
Lance Lance

O São Paulo venceu o Santos por 3 a 1 em clássico disputado no estádio do Morumbi. A partida, em si, foi rodeada de emoções. Os gols do Tricolor ficaram anotados nos nomes de Calleri, que finalmente desencantou, de Galoppo, que marcou de pênalti, e Luan. O gol do Santos foi marcado por Rwan, após uma cobrança de penalidade também. Com a vitória, o Tricolor segue na liderança do grupo B, com 14 pontos. O Alvinegro Praiano vive uma situação mais complicada, na vice-lanterna do grupo A, com 9 pontos.

O Peixe, além da derrota, terá que lidar com duas suspensões certas para o próximo confronto, contra o Santo André. Na partida deste domingo (12), teve dois atletas expulsos: Lucas Pires e João Lucas.

Limite vai aumentar? Saiba quantos estrangeiros tem cada elenco dos clubes do Brasileirão

Veja tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

Publicidade

Calleri desencanta e abre o placar no Morumbi

O San-São começou movimentado no estádio do Morumbi. O primeiro gol do clássico ficou anotado no nome de Calleri. Após enfrentar um jejum de sete jogos sem marcar pelo Tricolor paulista, o argentino desencantou. O gol saiu aos 15 minutos do primeiro tempo, após uma ótima cobrança de falta de Wellington Rato.

Publicidade

Teve pênalti e Galoppo foi tranquilo!

O Santos já estava em desvantagem por conta do gol do Calleri. Mas é aquela frase: nada tão ruim que não possa piorar. Apenas cinco minutos depois do Tricolor abrir o placar, Lucas Pires foi expulso ao tentar evitar mais um gol do São Paulo, erguendo o braço. Com o pênalti marcado, Giuliano Galoppo ficou responsável pela cobrança e bateu com categoria.

Publicidade

Santos tenta assustar, mas sem sucesso

Em busca de uma reação no primeiro tempo, após desvantagem de dois gols e expulsão, o Santos tentou se livrar da pressão tricolor e buscar algumas oportunidades. A primeira com um cruzamento de Maicon. Marcos Leonardo tentou aproveitar o desvio, mas a bola foi para fora do gol. Perto dos minutos finais da primeira etapa, Mendonza conseguiu uma finalização. Entretanto, Rafael fez uma ótima defesa.

Publicidade

Segunda tempo volta com mais uma expulsão

A volta do segundo tempo piorou a situação do Santos no clássico. Aos 8 minutos da etapa final, João Lucas pisou na perna do Calleri. A arbitragem de vídeo analisou o lance para ver se podia enquadrar em expulsão, e assim foi. Santos ficou com dois a menos em campo.

São Paulo pressiona e Santos se conforma

Com dois jogadores a menos e com dois gols em desvantagem, não sobrou nenhuma outra saída para o Santos, além de evitar mais gols do rival. O Tricolor continuou pressionando bastante e arriscando algumas oportunidades.

Galoppo tentou duas finalizações em um intervalo de tempo curto, mas nenhuma entrou - por pouco. Marcos Paulo, que entrou no lugar de Luciano, arriscou de fora da área, mas João Paulo defendeu.

Aos 35 minutos, um lance Messias gerou uma certa reação na torcida tricolor. Ao tentar afastar uma bola de cabeça, tocou ela com a mão. Os torcedores pediram marcação de pênalti, mas a arbitragem não viu nada.

Luan marca o terceiro e tem nome ovacionado

Nos minutos finais do clássico, Welington deixou o gramado com dores. Rogério Ceni já tinha realizado todas as substituições, então o Tricolor ficou com um a menos. Entretanto, isso não impediu um terceiro gol. Instantes depois, Luan recebeu uma bola de Galoppo, bateu de longe e balançou as redes. 'Xodó' da torcida tricolor, teve seu nome gritado pelas arquibancadas do estádio do Morumbi.

Mais um pênalti e Santos consegue o único gol da partida

Quase ao apagar das luzes, o Santos conseguiu o único gol da partida. O goleiro Rafael derrubou Rwan e foi marcado pênalti a favor do Alvinegro Praiano. O próprio ficou responsável pela cobrança e balançou as redes no último lance do jogo.

Com o resultado, o São Paulo conseguiu sua primeira vitória contra uma equipe da série A do Campeonato Brasileiro e se aproxima ainda mais da classificação no Campeonato Paulista. A derrota do Santos, portanto, aumenta a pressão do Peixe na competição.

E agora?

Após a vitória, o São Paulo volta a campo na quarta-feira (15), contra a Inter de Limeira, no Morumbi, às 21h35. O Santos joga contra o Santo André, na quinta-feira (16), às 19h30, no Brunão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 3 x 1 SANTOS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data e hora: 11/2/2023, às 19h (de Brasília)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Mauro André de Freitas

VAR: Rodrigo Guarizo do Amaral

Público e renda: 42.311/ R$ 1.751.744,00

Cartões amarelos: Luciano (SAO); Camacho (SAN); Nathan (SAN); Pablo Maia (SAO); Belém (SAO); Calleri (SAO)

Cartões vermelhos: Lucas Pires (SAN); João Lucas (SAN)

Gols: Calleri (1-0); Galoppo (2-0); Luan (3-0); Rwan (3-1)

SÃO PAULO: Rafael; Orejuela (Nathan, ao 1´/2ºT), Alan Franco (Belém, ao 1´/2ºT), Beraldo e Welington; Pablo Maia (Luan, 25´/2ºT), Méndez, Galoppo e Luciano (Marcos Paulo, ao 1´/2ºT); Wellington Rato (Caio Paulista, aos 19´/2ºT) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

SANTOS: João Paulo; João Lucas, Maicon, Eduardo Bauermann, Lucas Pires; Dodi, Camacho (Vinícius Balieiro, ao 1´/2ºT); Ângelo (Nathan, aos 26´/1ºT), Marcos Leonardo, Mendoza (Messias, aos 15´/2T) e Lucas Braga. Técnico: Odair Hellmann.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.