Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Em 2020, Ronaldinho Gaúcho passou aniversário na prisão; relembre o caso

Ex-jogador e o irmão Assis ficou cinco meses preso no Paraguai

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Ronaldinho Gaúcho ficou preso por cinco meses no Paraguai (Foto: AFP) (Lance)

Aniversariante do dia, Ronaldinho Gaúcho comemorou mais um ano de vida de forma nada agradável em 2020. Há quatro anos, o ex-jogador passou a data especial preso em uma penitenciária do Paraguai. O Lance! relembra como foi o período encarcerado do ex-atleta.

Ronaldinho e o irmão Assis chegaram desembarcaram no Paraguai no dia 4 de março de 2020 para participar de ações publicitárias. No entanto, a dupla apresentou passaportes falsos no aeroporto e acabaram detidos por policiais que interrogaram a dupla.

Os dois teriam sido enganados e, por colaborarem com detalhes ricos à investigação e admitirem culpa no caso, foram enquadrados no esquema de critério de oportunidade pela promotoria paraguaia, que os deixariam livres de qualquer processo judicial no país.

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

Publicidade

Na audiência em que seria definida o tamanho dessa "pena social", houve uma reviravolta. A Justiça não aceitou dar o "critério de oportunidade" para Ronaldinho e Assis. O MP mudou sua posição e pediu a prisão preventiva dos irmãos. Às 22h do dia 6 de março, os irmãos foram presos.

A defesa de Ronaldinho Gaúcho tentou alguns recursos, mas em vão. Após cinco meses, o ex-jogador e o irmão foram soltos no dia 24 de agosto. O Ministério Público concluiu que não havia provas suficientes para prender os irmãos de forma definitiva.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.