Lance Duas organizadas da Colômbia suspendem brigas com facas para não sobrecarregar hospitais

Duas organizadas da Colômbia suspendem brigas com facas para não sobrecarregar hospitais

De acordo com portal colombiano, grupos se solidarizaram com grave situação da pandemia e decretaram pausa no uso do armamento, comumente utilizado no país

Lance
Lance

Lance

Lance

Uma trégua curiosa aconteceu, nesta sexta-feira, na Colômbia. Duas torcidas organizadas de clubes colombianos anunciaram publicamente que estão proibidas brigas com facas para amenizar a situação complicada que o país vive nos hospitais por conta da Covid-19. A informação é do portal Risaralda.

+ Veja a tabela da Copa Libertadores 2021

De acordo com o site, os integrantes das torcidas organizadas de Deportivo Pereira e Atlético Nacional suspenderam as brigas com facas por um mês para diminuir a sobrecarga das UTIs na capital do estado de Medelín. Ainda na mensagem enviada, eles assumem que pretendem "voltar com as atividades" a partir de 23 de maio.

A postagem dividiu os internautas: muitos consideraram que a fala incita a violência entre torcedores. O uso da arma é frequente em confusões no país. Com o aumento de casos da pandemia no país, a Colômbia vive hoje dias pós-novo recorde de mortes pela doença (400 pessoas em 24h). Ao todo, mais de 70 mil foram perdidas pelo coronavírus.

Últimas