Lance Djokovic vence 2ª batalha do dia e decide Roma contra Nadal

Djokovic vence 2ª batalha do dia e decide Roma contra Nadal

Sérvio busca o hexacampeonato na Itália

Lance
Lance

Lance

Lance

Teremos o clássico Novak Djokovic contra Rafael Nadal na final do Masters 1000 de Roma, na Itália. O número 1 do mundo confirmou sua vaga para a decisão ao bater o italiano Lorenzo Sonego, 33º, na tarde deste sábado.

Depois de precisar de 3h16 para derrotar Stefanos Tsitsipas, 5º do mundo, em uma enorme virada, após batalha de dois dias com duas horas em quadra neste sábado, Djokovic voltou horas depois para eliminar o tenista da casa por 2 sets a 1 com parciais de 6/3 6/7 (7/5) 6/2 em mais um jogão após 2h43min de duração.
A vitória é o troco de Djokovic em Sonego que o derrotou no fim do ano passado no ATP 500 de Viena, na Áustria, por 6/2 6/1. Na ocasião, Djokovic jogou sem tanto esforço após garantir o número 1 ao fim do ano. Sonego disputou sua primeira semi de Masters tendo batido Dominic Thiem, quarto, em mais de três horas na quinta-feira nas oitavas e neste sábado o russo Andrey Rublev, sétimo, após cerca de 2h30min.
Nole buscará seu sexto troféu em Roma nesta que será sua 11ª final. Ele encara Nadal pela 57ª vez no circuito no duelo com mais partidas na história do tênis. Djoko lidera por 29 a 27. Será o primeiro embate entre os dois desde a final de Roland Garros ano passado onde Rafa o derrotou com direito à pneu. Somente em Roma são oito jogos com cinco vitórias para o natural de Manacor.
Djoko buscará o 37º título de Masters 1000 e Nadal tentará igualar o natural de Belgrado com sua 36ª conquista.
O jogo
Djokovic pegou confiança da vitória anterior e entrou com bastante ritmo em quadra devolvendo tudo e mais um pouco, sacando bemk e não dando oportunidades ao rival. Quebrou logo cedo, abriu 4 a 1 e fechou por 6/3 em 34 minutos. No segundo set o nível do italiano foi elevado, ele passou a sacar melhor e deu muito trabalho ao sérvio tornando o jogo tenso em certos momentos. Sonego saiu alguns break-points ao longo da parcial, sendo dois no 10º game, em seguida ele teve dois set-points, ambos salvos pelo sérvio, um bom bola na fita e fora do italiano. Djokovic chegou em duas bolas muito difíceis no game seguinte, quebrou Lorenzo em 6 a 5, teve dois match-points sendo salvos pelo rival. Depois de um game super longo, Sonego devolveu a quebra e incendiou a quadra central do Foro Itálico. Nole abriu 3 a 0 no tie-break, mas uma dupla-falta cedeu o empate em 4 a 4, Sonego foi pra cima com winner, abriu 6 a 4 e no segundo set-point fechou a parcial por 7/6 (7/5) deixando um caldeirão.

No terceiro set, Lorenzo abriu 0/40 no primeiro game, mas Djokovic segurou seu saque na raça. Nole aproveitou a chance no terceiro game, sacou firme e abriu 4 a 1 e após curtas mal dadas pelo italiano, encerrou com nova quebra e 6/2.

Últimas