Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Djokovic: 'Só tenho que tirar o chapéu para Alcaraz'

Sérvio enaltece espanhol e o compara com Rafael Nadal

Lance|

Lance
Lance Lance

A vitória de Novak Djokovic sobre Carlos Alcaraz na final de Cincinnati será difícil de apagar da memória dos amantes do tênis. Esses tipos de partidas intensas e difíceis lembram o sérvio de suas batalhas com Rafa Nadal. 

Na coletiva de imprensa dada no fim da noite deste domingo, Nole falou sobre ter a mesma sensação ao jogar contra o espanhol. Além disso, confessou que já não se surpreendeu com o nível do número 1.

“Esta foi uma das lutas mais emocionantes e mentalmente, emocionalmente e fisicamente difíceis que já tive na minha carreira. Foi uma montanha-russa. Acho que nunca joguei muitos jogos como este na minha vida. Talvez você possa comparar com a final com Nadal no Aberto da Austrália de 2012 (durou 5h53min). Desta vez foram três sets, mas foram quase quatro horas. Achei que o terceiro set tive muitas chances, talvez até para uma segunda quebra. O match point em 5-3 foi inacreditável e foi uma espécie de vitrine do que se tratava toda essa partida ”, disse Djokovic que exaltou o mental de Alcaraz.

“Isso não me surpreende mais. Fiquei surpreso talvez no final do ano passado ou no início deste ano, o que ele estava fazendo, a maneira como venceu grandes partidas, grandes torneios. Foi impressionante, só dá para tirar o chapéu para um cara assim, que joga com tanta maturidade e lida bem com a pressão para um jovem de 20 anos. Não podemos esquecer o quão jovem ele é. A sensação que tenho em quadra me lembra um pouco de quando enfrentei Nadal, quando estávamos no auge de nossas carreiras. Cada ponto é uma batalha. Você tem que ganhar cada ponto, cada golpe, independentemente das condições.

É incrível poder experimentar isso com ele na quadra. Todas as partidas que jogamos um contra o outro foram um longo caminho. A primeira partida em Madri no ano passado 7-6 no terceiro set, 7-6 na terceiro hoje (ontem) e ambas as partidas do Grand Slam, quatro a cinco sets. Está cada vez melhor para os fãs. Para nós, não sei se estamos gostando tanto. É definitivamente um desafio que ambos precisamos abraçar e aceitar, porque é isso que é exigido de nós dois".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.