Lance Djokovic sempre eleva o nível quando precisa, afirma Berrettini

Djokovic sempre eleva o nível quando precisa, afirma Berrettini

Italiano pondera sobre o sérvio ser o melhor de todos

Lance
Lance

Lance

Lance

Matteo Berrettini, número oito do mundo, lamentou a derrota diante de Novak Djokovic pelas quartas de final do US Open onde foi derrotado por 3 sets a 1 com parciais de 5/7 6/2 6/2 6/3 em quasde três horas e meia de duração.

Berrettini perdeu a quarta em quatro jogos contra o sérvio: "Jogo difícil, como sempre contra Djokovic. Eu me sentia bem e vinha jogando bem, mas ele sempre tem a capacidade de levar seu jogo para outro nível. Talvez seja por isso que seja o melhor de todos os tempos. Não importa o quão bem eu jogue, ele sempre joga melhor. Ele começa a devolver melhor, sacar melhor ... e eu não poderia melhorar meu jogo como ele. Ele mereceu vencer. O bom é que sempre que jogamos, aprendo muito com ele. Não posso me queixar."

Sobre a parte física, Berrettini explicou: "Ele nunca tinha experimentado nada parecido. Enfrentei Nadal há dois anos, mas ele é diferente, embora parecido. Foi contra ele na semifinal, há dois anos, e acabei sem energia. Contra o Nole me senti bem, mas consiste em manter o nível e preciso de uma experiência extra, eu acho, para jogar melhor. Ele não te dá um ponto. Devo ganhar todos eles. Acho que desde o primeiro set cansei um pouco mais e quando baixei um pouco o nível percebe-se o menor percentual.

Sobre começar na frente e levar a virada, o italiano pontuou: "Contra outros jogadores, ele teria se sentido como se estivesse indo para o jogo. Ele com certeza estava se sentindo um pouco cansado também, mas o problema com o Nole é que ele não liga (perder o set). Na verdade, ele absorve energia daquele set que perdeu. O mesmo aconteceu em Wimbledon. Como eu disse antes, provavelmente é o melhor de todos os tempos. Não há nada que possa ser feito contra ele."

Aoser questionado se seria melhor que Roger Federer e Rafael Nadal, Berrettini disse: "Isso é uma pergunta ... Sempre tem opiniões pessoais e tudo mais. Estamos vivendo algo que não sabemos por quanto tempo não acontece. Olhando as estatísticas, olhando os números, ele está fazendo coisas que os outros dois não estão, mas cada um poderá argumentar que o GOAT é um ou o outro. Ainda há quem pense que Agassi ou Sampras eram melhores do que ele. É algo pessoal. Para mim, por exemplo, Lebron é melhor do que Jordan, mas não é por isso que eles deveriam me matar. É apenas o que penso. Vamos aproveitá-los. Eu faço."

Últimas