Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Djokovic é DECA do Australian Open, iguala Nadal e volta ao Nº 1

Sérvio atingiu os 22 títulos de Grand Slam na carreira

Lance|

Lance
Lance Lance

A redenção de Novak Djokovic! Depois dos problemas do ano passado, o sérvio conquistou, neste domingo, o decacampeonato do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada.

Nole, quinto do ranking, derrotou o grego Stefanos Tsitsipas, quarto colocado, por 3 sets a 0 com parciais de 6/3 7/6 (7/4) 7/6 (7/5) após 2h56min de duração na lotada quadra Rod Laver Arena.

Djokovic vence pela décima vez o torneio onde tem maior sucesso. São conquistas agora em 2008, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2019, 2020, 2021 e agora 2023. Ele agora soma 28 vitórias seguidas no torneio que não perde desde as oitavas em 2018 para op sul-coreano Hyeon Chung.

Este é seu 22º título de Grand Slam igualando a façanha de Rafael Nadal como maiores campeões da história, deixando Roger Federer com 20 triunfos.

Publicidade

Nole ergue seu 93º título, deixando o espanhol para trás e se isolando na quarta posição, ficando a um de Ivan Lendl que venceu 94 (Jimmy Connors tem 109 e Federer tem 103). Já são dois títulos em dois torneios jogados neste começo de temporada.

De quebra, Djokovic vai voltar ao topo do ranking na segunda-feira que ocupará pela sétima vez na carreira. Ele tem 373 semanas no topo e é o maior líder de todos.

Publicidade

O jogo

Djokovic entrou muito intenso em quadra com grandes direitas, saques e backhand. Tsitsipas começou o jogo tentando explorar o forehand do sérvio, mas não deu certo, levou uma quebra em seu segundo game de saque e sofreu em quase todos os outros. Djokovic fechou por 6/3 em 36 minutos.

Publicidade

Tsitsipas elevou o nível no segundo set, sacou melhor, minimizou os erros, foi pressionando Djokovic com 15/30 em alguns games e colheu um set-point no 4/5. Mas jogou passivo, esperando o erro, só que Nole foi paciente, acertou winner e o jogo foi ao tie-break. Tsitsipas errou demais. Foi buscar um 4 a 1 abaixo, mas errou duas vezes e Djokovic fechou a porta e o set com 7/6 (7/4).

O terceiro set começou com quebra para o grego, mas Nole virou a partida para 2 a 1. A parcial então caminhou saque a saque com poucas emoções até o novo tie-break. Djokovic abriu 5 a 0, Tsitsipas encostou, mas o sérvio fechou a partida.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.