Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diretor do São Paulo pede desculpas a Abel Ferreira e ao Palmeiras; veja vídeo

Carlos Belmonte chamou o técnico de 'português de merd*' no Choque-Rei

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

Carlos Belmonte, diretor do São Paulo, se desculpou com o técnico Abel Ferreira e o Palmeiras. O motivo da desculpa foi pelo profissional ter chamado o treinador alviverde de "português de merd*", após o clássico entre as equipes, no dia 3 de março.

➡️ Tudo sobre o Verdão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Palmeiras

➡️ Tudo sobre o Tricolor agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! São Paulo

No vídeo vazado nas redes sociais, Belmonte cita que a frase utilizada foi inadequada. Ele explicou que buscava identificar Abel Ferreira ao árbitro do jogo, Matheus Candançan.

Publicidade

- Vim fazer um pronunciamento, muito mais do que isso. Na verdade, um pedido de desculpas ao técnico Abel Ferreira. No calor, ao final da partida entre São Paulo e Palmeiras, acabei proferindo uma frase inadequada. Portanto, peço desculpas ao técnico Abel Ferreira e ao Palmeiras, uma instituição importante do futebol brasileiro, e também à comunidade portuguesa.

➡️Com R$100, você pode levar R$300 na Lance! Betting se RB Bragantino e Botafogo empatarem

Publicidade

- Naquele momento, eu buscava identificar o técnico Abel Ferreira ao árbitro. Mas repito, a frase foi inadequada. Com isso, peço desculpas. Continuarei, obviamente, defendendo o São Paulo Futebol Clube sempre que achar necessário, mas não mais dessa forma, que foi inadequada. Portanto, essa forma não repetirei. A defesa do São Paulo Futebol Clube, sim - disse Carlos Belmonte, na tentativa de se redimir com Abel e o Palmeiras, além de amenizar as polêmicas entre o rival e o São Paulo.

O QUE ACONTECEU?

Publicidade

Revoltado com a arbitragem do clássico, após o empate em 1 a 1, Belmonte foi flagrado xingando o técnico Abel Ferreira de “português de merd*”. O presidente Julio Casares e alguns jogadores do São Paulo também tentaram partir para cima do árbitro e acabaram contidos pela Polícia Militar.

+ FPF dá razão ao São Paulo e reconhece erros a favor do Palmeiras

Poucos dias depois, a mandatária do Palmeiras, Leila Pereira, pediu punição a Belmonte e externou interesse em barrá-lo de ir ao Allianz Parque. Casares respondeu e criticou a presidente alviverde. A dupla de presidentes ainda se encontrou para "aparar arestas", em reunião promovida pela Federação Paulista de Futebol.

Abel também se manifestou. Ele se defendeu de alguns ataques são-paulinos, pediu justiça e garantiu que não tem nada pessoal contra o diretor são-paulino.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.