Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Diretor da série sobre Michael Jordan e Chicago Bulls revela pedido para cena ser excluída

Em conversa no 'The Bill Simmons Podcast', Jason Hehir compartilhou detalhes sobre o documentário 'The Last Dance'

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance (Lance)

Quando falamos sobre “The Last Dance”, documentário que sacudiu o mundo do basquete e capturou a essência da era de ouro do Chicago Bulls, não podemos omitir os bastidores dessa obra-prima e os desafios enfrentados por seu diretor, Jason Hehir.

Em uma conversa reveladora no "The Bill Simmons Podcast", Hehir compartilhou detalhes sobre sua experiência ao lidar com a equipe de Michael Jordan, destacando um momento particularmente delicado envolvendo uma cena que precisou ser removida por pedido da equipe de Jordan.

Essa cena, que evidenciava um lado mais brincalhão - e talvez um tanto agressivo - das relações internas da equipe, mostrava Scottie Pippen, Michael Jordan e Ron Harper na sala de treinamento. Pippen comentava, em tom de brincadeira, sobre como celebraria uma vitória no campeonato de uma maneira que envolvia Jerry Krause, o então gerente geral dos Bulls, de forma controversa.

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

Publicidade

A reação imediata foi de preocupação, levando à exclusão da cena após a intervenção do time de Jordan, preocupado com o impacto que isso poderia ter, especialmente considerando que Thelma, a esposa de Krause, ainda está viva.

Por que a cena foi realmente removida?

Publicidade

Hehir estava determinado a manter a cena, acreditando que ela ilustrava o nível de desdém e as brincadeiras que Krause suportava da equipe. No entanto, foi a pressão do círculo íntimo de Jordan, argumentando a importância de preservar a dignidade de todos os envolvidos, que acabou por determinar a remoção da cena.

O incidente destaca o cuidado necessário ao retratar figuras públicas e suas histórias, equilibrando a verdade com o respeito pelos afetados. Embora essa cena em particular tenha sido cortada, “The Last Dance” não hesitou em mostrar momentos de tensão e desrespeito envolvendo Krause.

Publicidade

Apesar de Hehir afirmar que sua intenção nunca foi diminuir Krause ou elevar Jordan à custa de outros, o documentário acabou por retratar Krause como um antagonista para muitos espectadores. Isso, infelizmente, pode ter contribuído para a reação negativa que Krause recebeu em eventos públicos subsequentes, incluindo uma cerimônia onde sua esposa, Thelma, representando-o, acabou em lágrimas.

O Legado Complexo de Jerry Krause

Ao refletir sobre a história do Chicago Bulls nos anos 90, é crucial reconhecer o papel fundamental de Jerry Krause na formação de um dos maiores dinastias da NBA. De sua decisão estratégica de adquirir Scottie Pippen, passando pela contratação de Phil Jackson até a formação de um time que conquistaria seis títulos na década, a contribuição de Krause foi monumental.

Apesar das controvérsias e do fim discutível dessa era dourada sob sua gestão, a história dos Bulls não pode ser contada sem dar crédito a Krause pelos alicerces que construiu. Concluindo, “The Last Dance” nos proporcionou uma visão sem precedentes de uma era icônica no basquete, mas também nos lembra da importância de narrarmos histórias com consideração e respeito por todos envolvidos. A história de Jerry Krause, com suas nuances e complexidades, merece ser lembrada tanto por suas contribuições inestimáveis quanto pelos desafios que enfrentou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.