Dinamarquês Pedersen é o campeão do Mundial de Ciclismo

Pela primeira vez a Dinamarca teve um ciclista no lugar mais alto do pódio

Lance

Lance

Lance

Max Pedersen tornou-se o primeiro dinamarquês a tornar-se campeão Mundial de Ciclismo estrada. Neste domingo, na edição 2019 da competição – que foi realizada em Yorkshire, na Inglaterra – realizada debaixo de chuva, Pedersen liderou uma fuga na reta final e fechou com 6h27min28s, batendo o italiano Matteo Trentin, que terminou em segundo (com o mesmo tempo) e o suíço Stefan Kung completando o pódio (dois segundos atrás).

Dos favoritos, o eslovaco Peter Sagan, que tentava o tetracampeonato (venceu em 2015, 2016 e 2017) ficou em quinto e o holandês Mathieu Van de Poel sentiu uma lesão e ficou para trás. Vale destacar a boa prova do português Rui Costa, que terminou em quinto lugar.

COMO FOI

A prova foi realizada debaixo de chuva e embora fosse favorável aos velocistas, tinha elevações duras e a definição começou a ocorrer quando quatro ciclistas formaram um pelotão de fuga: Pedersen, Küng e os italianos Matteo Trentin e Gianni Moscon. O pelotão vinha atrás e apenas nos três últimos quilômetros Peter Sagan resolveu desgarrar-se do bolo para tentar buscar os quatro da frente.

Porém, os líderes voltaram a forçar para evitar o tricampeão. Moscon não aguentou o ritmo e ficou para trás se contentando em manter o quarto lugar à frente de Sagan. Nos 300 metros finais, Pedersen, Trentin e Kung ficaram se monitorando e quem iniciou o sprint foi Trentin. Porém, Pederesen conseguiu anular a escapada para retomar a liderança nos 100m finais e vencer por uma bicicleta de diferença.