Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Dia das mulheres! Conheça a história de Maria Lenk, a pioneira da natação

Trajetória e vida da lendária atleta serão contados em série documental

Lance|

Lance
Lance Lance (Lance)

Entre as diversas mulheres inspiradoras do esporte, a nadadora brasileira Maria Lenk recebe um destaque especial. Além de demonstrar excelência nas piscinas, a atleta foi precursora para uma série de feitos inéditos. 

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Nascida no Rio de Janeiro, a atleta competiu em dois Jogos Olímpicos: em Los Angeles, em 1932, e em Berlim, em 1936. 

Na sua primeira participação, ela se tornou a primeira mulher sul-americana a participar de uma Olimpíada. Na segunda, apesar de não ter conquistado medalhas, Maria Lenk quebrou o recorde sul-americano dos 200m peito, o que a tornou a primeira sul-americana a bater um recorde mundial de natação. Ela também foi a primeira nadadora brasileira a competir em uma final olímpica.

Publicidade

Após encerrar sua carreira como atleta, Maria Lenk se dedicou ao ensino e treinamento de novos talentos na natação brasileira. Em sua homenagem, a piscina do Estádio Aquático do Rio de Janeiro, utilizado nos Jogos Olímpicos de 2016, foi batizada com seu nome. Maria Lenk faleceu em 2007, aos 92 anos, deixando um legado importante para a natação brasileira.

+ Exclusivo! Popó desmente valor milionário de Bambam em luta e detona ex-BBB: ‘Mau-caráter’

Dona de uma carreira invejável, cheia de superações e pioneirismos para sua época, a nadadora possui uma história riquíssima, que passa por homenagem em forma de uma série documental chamada “Maria Lenk, de braços abertos”. Os primeiros episódios já estão no ar e desenham o início de sua brilhante trajetória.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.