Lance Devido ao forte calor em Tóquio, COB distribui 'kit refrigeração' a atletas nos Jogos Olímpicos

Devido ao forte calor em Tóquio, COB distribui 'kit refrigeração' a atletas nos Jogos Olímpicos

Coletes, colares e chapéus estão sendo utilizados para diminuir a temperatura corporal

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Não são só as competições dos Jogos Olímpicos de Tóquio que estão quentes. Nos últimos dois dias, as máximas na cidade ficaram na casa dos 34ºc, com sensação térmica próxima dos 40ºc. Buscando amenizar os efeitos das altas temperaturas, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) está disponibilizando coletes, colares e chapéus de refrigeração aos atletas. A informação foi dada inicialmente pelo site "ge".


+ Cerimônia de abertura das Olimpíadas: onde assistir e curiosidades sobre o evento


Dentro dos objetos do "kit refrigeração" é possível colocar pedras de gelo, com o intuito de diminuir a temperatura corporal. O setor médico da entidade realizou a compra antecipada de 50 unidades e começou a repassar após queixas de atletas sobre o forte calor.

- São coletes infláveis nos quais você coloca gelo e resfria o corpo do atleta. A gente comprou uma quantidade grande principalmente para os esportes outdoor. Ajudar nessa nessa estratégia de resfriar o corpo após um treino ou mesmo antes de uma competição vai resultar em uma performance melhor - afirmou a coordenadora médica do COB, Ana Carolina Côrte.

+ Alemã comemora autorização do COI para utilizar símbolo da causa LGBTQIA+: 'O amor sempre vence'

O remador Lucas Verthein, que avançou às quartas de final do skiff individual, já utilizou o colete na prova disputada nesta quinta-feira. De acordo com o site, os kits serão utilizados em um sistema de rodízio: um atleta pega, utiliza e depois o devolve para a equipe médica do comitê. Em seguida ele é higienizado e repassado a outro competidor. O mesmo procedimento vale para os chapéus e colares.

- Nós elaboramos alguns protocolos, algumas estratégias e uma espécie de cartilha para enviar aos atletas. Orientamos que aqui seria muito calor, porque não é só a temperatura alta, a umidade é muito alta e isso dificulta o que a gente chama de termo-regulação do corpo se adaptar a temperatura e resfriar o resfriar a nossa região - disse a médica.

+ No tiro com arco, Ane Marcelle fica em 33º lugar e enfrenta mexicana na próxima rodada

- Orientamos os atletas a ingerir muito líquido e frutas à vontade. As principais medidas são evitar a exposição demasiada ao calor, mas a gente sabe que tem competição ao ar livre - completou.

Veja abaixo o calendário das Olimpíadas com datas de disputa por medalhas:

Últimas