Lance Depois de lesão, Tua Tagovailoa volta aos treinos dos Dolphins

Depois de lesão, Tua Tagovailoa volta aos treinos dos Dolphins

Jogador sofreu forte golpe na cabeça na semana 4 da NFL

Lance
Lance

Lance

Lance

O quarterback do Miami Dolphins Tua Tagovailoa deve retornar aos treinos nesta semana, conforme informou o técnico da equipe Mike McDaniel. O jogador está fazendo progressos, mas o treinador destacou que Tua não vai jogar contra o Minnesota Vikings no próximo domingo (16/10).

De acordo com o jornalista da ESPN Marcel Louis-Jacques, o Miami Dolphins irá escalar Skylar Thompson contra os Vikings. O calouro selecionado na sétima rodada do último draft completou 57,5% de seus passes para 166 jardas e nenhum touchdown contra uma interceptação na derrota da equipe para o New York Jets depois de entrar no jogo para substituir o lesionado Teddy Bridgewater.

Tua Tagovailoa sofreu uma forte concussão na derrota do Miami Dolphins para o Cincinnati Bengals, por 27 a 15, na abertura da semana 4 da NFL. O jogador bateu a parte de trás da cabeça no chão após levar um tackle de Josh Tupou, foi retirado do campo de maca e encaminhado direto para o hospital.

Tagovailoa, de 24 anos, sofria de dores nas costas e foi listado como questionável durante a maior parte da semana antes do jogo. Na semana 3 da NFL, o quarterback saiu brevemente na vitória sobre o Buffalo Bills depois de parecer desorientado após levar um duro golpe do linebacker Matt Milano, dos Bills, no final do primeiro tempo.

Em função da lesão do quarterback, a NFL Players Association (NFLPA) encerrou o contrato do consultor de neurotrauma envolvido na avaliação da concussão do quarterback dos Dolphins.
A NFLPA citou vários fatores para encerrar o contrato com o especialista, incluindo a falha em entender seu papel como consultor e hostilidade durante o processo de investigação, conforme fontes de Tom Pelissero. Tanto o consultor de neurotrauma quanto o médico da equipe dos Dolphins foram entrevistados no fim de setembro sobre a contusão.

No começou de outubro, a NFL e a NFLPA anunciaram em um comunicado conjunto que, embora a investigação sobre o tratamento da concussão de Tagovailoa ainda não tenha sido concluída, eles já começaram a tratar possíveis mudanças nos protocolos.

Últimas