Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Defesa que ninguém passa, ataque que ninguém marca: Palmeiras tem fase de 'inimigo do gol'

Verdão não tem balançado a rede, mas também tem sido pouco vazado

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

O Palmeiras empatou em 0 a 0 com o Boca Juniors, na quinta-feira (28), e completou mais um jogo sem marcar gols nesta fase de "vacas magras". Esse fato tem incomodado o torcedor, mas Abel Ferreira prefere olhar por outro prisma que é a atuação da defesa, vazada apenas uma vez nos últimos dez jogos. Como diz o hino, é a "defesa que ninguém passa", mas a linha atacante não marca.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

Desde que Dudu sofreu sua lesão no joelho, que o afastará dos gramados por cerca de um ano, o Verdão marcou apenas dois gols. De lá para cá são seis jogos disputados. Se fizermos um recorte sem o duelo com Vasco, quando aconteceu a infelicidade com o Baixola, o retrospecto é de apenas um gol nas últimas cinco partidas.

+ Garanta a sua vaga no curso que formou craques como Pet, Dante e Léo Moura! Cupom: LANCE1000

Publicidade

O único gol anotado nesse período foi de Breno Lopes, nos acréscimos da vitória sobre o Goiás, no Allianz Parque. Ou seja, o ataque parou. E olha que nos jogos diante do Deportivo Pereira, do Corinthians, do Grêmio e do Boca Juniors, o Alviverde teve chances de balançar a rede, mas erros "bizarros" na conclusão acabaram não permitindo a comemoração.

+ ANÁLISE: Empate com o Boca e irritação de Abel escancaram erros do Palmeiras na temporada

Publicidade

Em entrevista coletiva após o empate na Bombonera, Abel Ferreira se incomodou com os questionamentos sobre o ataque e a falta de gols. O treinador chegou a ser ríspido com os repórteres e destacou a eficiência do setor defensivo, que mais uma vez saiu de campo sem ser vazado. Na Libertadores, são seis partidas seguidas sem tomar gol, incluindo as cinco de mata-mata.

Dos últimos dez duelos do Palmeiras na temporada, a defesa viu sua rede ser balança apenas uma vez, que foi na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, fora de casa, com gol de João Pedro. De resto, o gol anterior sofrido foi de John Kennedy, diante do Fluminense, no início de agosto.

Publicidade

+ Aperto, correria e horas de espera: o perrengue da torcida do Palmeiras na Argentina

Nas fases anteriores da Libertadores, o Alviverde venceu seus jogos fora de casa tanto contra o Atlético-MG, quanto contra o Deportivo Pereira. Por isso o 0 a 0 nas partidas de volta acabaram sendo suficientes para a classificação. Agora, contra o Boca Juniors, com o 0 a 0 como visitante e mesmo mantendo a "baliza zero", será necessário fazer gol para se classificar no tempo normal, caso contrário a decisão será nos pênaltis.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.