Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Defesa histórica de Victor, ex-goleiro do Atlético-MG, completa uma década

Lance contra o Tijuana-MEX aconteceu nas quartas de final da Libertadores de 2013, competição vencida pelo Galo

Lance

Lance|Do R7


Lance
Com o pé esquerdo, Victor parou Riascos em uma cobrança de pênalti no fim do segundo tempo de partida - (Foto: Divulgação/Atlético-MG)

O dia 30 de maio, definitivamente, está marcado na memória e no coração do torcedor atleticano. Afinal de contas, nesse mesmo dia, o ex-goleiro Victor, um dos maiores ídolos da história alvinegra, protagonizou a defesa mais importante da história do clube. O lance aconteceu nas quartas de final da Libertadores de 2013.

A partida entre Atlético-MG e Tijuana estava empatada em 1 a 1, resultado que levava o time alvinegro às semifinais da competição continental. No entanto, já nos acréscimos da segunda etapa, o árbitro Patricio Polic marcou uma penalidade a favor da equipe mexicana. Um 2 a 1 àquela altura praticamente eliminava o Galo, que dependia de Victor.

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe o seu time do coração!

O ex-goleiro não só salvou o Galo daquela vez, como também apareceu nas disputas de pênaltis da semifinal e final, contra Neywell's Old Boys, da Argentina e Olimpia, do Paraguai, respectivamente. Nas redes sociais, o Atlético-MG relembra e vibra com a defensa, em todo dia 30 de maio.

Publicidade

???? 30.05.2013

???? O dia em que um homem foi canonizado como santo pela Massa. O Milagre do Horto escreveu o destino da mais espetacular conquista de Libertadores de todos os tempos. #DiaDeSãoV1ctor | ???? ESPN pic.twitter.com/xa4yLiYvTe— Atlético (@Atletico) May 30, 2023

Publicidade

Passados dez anos daquela noite, o atual supervisor do Atlético, Carlos Alberto Isidoro, que já estava no clube em 2013, comenta a angústia daquele dia e crava que, a partir dali, o Galo iria buscar o título da Libertadores, como realmente aconteceu. Confira:

- Aquele dia, assistimos o jogo atrás do gol, onde aconteceu o pênalti. Era um tal de jogar relógio fora, porque o tempo não passava. Aquilo (pênalti marcado por Patricio Polic) foi um desastre e todos pensavam "isso é o Atlético; só com o Galo que isso acontece. Você (Victor) foi muito feliz em defender aquele pênalti, num momento em que não teria mais salvação. A partir dali, cravou que havia chegado a nossa hora de buscar a Libertadores - disse, em meio à coletiva de Victor, ex-goleiro e atual dirigente do Galo, nesta terça-feira, 30 de maio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.