Daniel Paulista fala sobre o calendário na retomada do futebol

Treinador do Sport acredita que existe um jeito de disputar os torneios sem desgastar os atletas

Lance

Lance

Lance

Desde quando o futebol foi interrompido no Brasil, o Sport foi um dos clubes mais atingidos. Se antes da pandemia a vida financeira do clube não apresentava bons números, depois dela o cenário é ainda pior e o presidente Milton Bivar tem deixado claro o caos no fluxo de caixa do Leão.

Dentro de campo, a responsabilidade é do técnico Daniel Paulista, que prevê uma dificuldade na questão física do elenco, apesar dos treinos dentro de casa.

‘É um cenário inédito. Infelizmente, por um motivo ruim que é essa doença que vem assombrando o mundo todo. Estamos em dois meses de paralisação, e infelizmente a perda vai ser muito grande mesmo. Nesse momento, mesmo a gente já ter passado o período de férias e atuar com uma carga maior de treinos, sabemos que ainda é uma situação muito distante de um ritmo natural de treinamento profissional’, declarou ao Diário de Pernambuco.

Outro ponto debatido foi o calendário. O treinador acredita que, mesmo com o acúmulo de jogos, existe uma fórmula de não castigar os atletas.

‘Não temos culpa se o calendário vai apertar. Esperamos que haja bom senso das pessoas para que a gente ganhe qualidade nos jogos, e não tenhamos um número elevado de lesões, que podem ser ocasionadas por esse pouco período de preparação. Talvez uma sequência de jogos respeitando o limite mínimo para a recuperação dos atletas. São situações que têm que ser levadas em consideração’, concluiu.