Lance Dançarino do 'meme do caixão' é apaixonado por futebol e tem Lionel Messi como maior ídolo

Dançarino do 'meme do caixão' é apaixonado por futebol e tem Lionel Messi como maior ídolo

Conhecido por vídeo que viralizou nas redes sociais, Benjamin Aidoo é líder do grupo que faz danças para alegrar velórios. Ganês enumerou motivos para ser fã do argentino

Lance

Membro do famoso meme que está circulando pelas redes sociais, o dançarino Benjamin Aidoo certamente já passou pelo seu celular em um vídeo onde homens dançam segurando um caixão. Enquanto muitos choram com a morte, os profissionais da dança preferem ver a morte com alegria. Em entrevista, o líder do grupo contou que é apaixonado por futebol e seu maior ídolo no esporte é de uma país bem longe da Gana, onde Benajmin vive.

Fã do atacante Lionel Messi, do Barcelona, o ganês falou à rádio "Cadena SER, da Catalunho, e falou do sucesso repentino onde ele e outros três colegas de trabalho dançam com um caixão, acompanhados da música "Astronomia", de Tony Igy e Vicetone. Além disso, Aidoo revelou seu grande amor pelo futebol.

- Meu jogador favorito é Messi, eu adoro. Gosto da maneira como ele joga e dos gols que marca. Além disso, ele não é egoísta, isso é muito importante. Adoro futebol e adoro jogar, é um dos meus hobbies - conta o dançarino líder dos "Dancing Pallbearers".

- Ele é o líder e temos que agradecê-lo , sem ele o Barça não seria o que é. Tendo Messi, o Barcelona ganhou títulos que sem ele não teríamos conseguido e não teríamos melhorado tanto como melhoramos nos últimos anos - finalizou.

Os dançarinos de Pallbearers (que pode ser traduzido do inglês como a pessoa que carrega o caixão) ficaram famosos em cenas inusitadas na internet. Segundo Aidoo, as pessoas devem celebrar a morte e, por isso, eles fazem shows em velórios. Ainda para ele, o sucesso repentino das brincadeiras é motivo de alegria.

- Temos que comemorar a morte. Porque quando uma pessoa nos deixa, precisamos lembrar o que ele fez durante sua vida Dançamos porque queremos que as pessoas percebam que não devemos chorar com a morte, devemos nos sentir felizes por essa pessoa.

Veja o vídeo inicial dos dançarinos:

- As pessoas usam meus vídeos para fazer memes, me ligam para me parabenizar. E isso me faz sentir muito bem. É um privilégio que as pessoas possam me ver através das redes sociais. Muitas pessoas me ligam e me dizem que são meus fãs e é bom para mim.

ENTENDA O MEME
​Durante a pandemia de coronavírus, bombou nas redes sociais um vídeo antigo onde homens dançam ao som de uma música eletrônica e balançam um caixão. De acordo com a "BBC", o meme se trata de um cortejo fúnebre, que aconteceu em Gana, na África. Em um documentário da emissora britânica, ainda é possível entender que este tipo de celebração da morte é comum no país, sendo visto como uma despedida alegre.

A performance dos dançarinos, que são pagos para fazerem diferentes atrações nos velórios, é uma tendência do mercado funerário no país africano.

- Quando o cliente vem até nós, perguntamos: "Você quer algo solene ou um pouco mais de teatro? Ou talvez uma coreografia?" - contou Benjamin Aidoo, chefe dos carregadores de caixão, em entrevista à "BBC".

Últimas