Curiosidades da pole de Verstappen: 2ª da carreira, troféu, fim de escrita...

Pole position no GP Brasil deste domingo (17) foi a segunda da carreira do holandês, que pôs fim a cinco anos de domínio da Mercedes em Interlagos. Max quer 'vingar' GP de 2018 

Lance

Lance

Lance

Após dominar o qualifying no sábado, Max Verstappen, da Red Bull, vai largar na ponta do GP do Brasil de Fórmula 1, que será realizado neste domingo no autódromo de Interlagos, a partir das 14h10. Ele cravou o melhor tempo do final de semana no Q3 (1min07s508), seguido de Sebastian Vettel, da Ferrari (1min07s631) e do hexacampeão Lewis Hamilton (1min07s699), da Mercedes. Quarto colocado na classificação, Charles Leclerc largará na 14ª posição por causa de uma punição por ter feito alterações no motor para a prova.

Pelo feito, o jovem piloto holandês recebeu, das mãos de Rubens Barrichello, o troféu dado ao pole a cada etapa da temporada.

Apesar de já ter sete vitórias na categoria, foi apenas a segunda pole position da carreira do piloto holandês. A outra aconteceu no GP da Hungria deste ano. Naquela corrida, mesmo sendo o favorito por conta do travado circuito de Hungaroring, Verstappen chegou na segunda colocação, superado por Lewis Hamilton, da Mercedes, vencedor da prova.

Com a pole obtida em Interlagos, o piloto da RBR também pôs fim a cinco anos de domínio da Mercedes em treinos qualificatórios no circuito brasileiro que durava desde 2014.

- Desde o Q1 o carro estava voando, estava agradável de dirigir. Estamos muito felizes com isso, vou tentar concluir isso (amanhã) agora - disse Verstappen após a pole.

Ao se referir em 'tentar concluir', o holandês deve ter lembrado do GP do Brasil do ano passado, quando jogou fora uma corrida praticamente ganha ao colidir com Esteban Ocon. Portanto, o holandês tem motivos de sobra para tentar 'se vingar' da besteira de 2018 e se 'reconciliar' com Interlagos.

Max nasceu em berço de automobilistas. Ele é filho do ex-piloto de F-1 Jos Verstappen com a ex-piloto de kart Sophie Kumpen. Piloto mais jovem a competir na Fórmula 1, com apenas 17 anos, no GP da Austrália de 2015, Verstappen começou na equipe Toro Rosso, mas logo foi alçado à matriz Red Bull. Mais jovem a marcar pontos na categoria, ele rapidamente tornou-se também o piloto mais novo a vencer um GP de F-1, ao triunfar em Barcelona, no GP da Espanha de 2016, aos 18 anos e 228 dias.

Atualmente ele tem 29 pódios, com 905 pontos em 100 GPs disputados.

Rubens entrega trofeu de pole para Verstappen

Rubens entrega trofeu de pole para Verstappen

Lance

Rubens entrega troféu de pole para Verstappen (Reprodução/Twitter)