Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cuiabá e Bragantino ficam no empate pelo Campeonato Brasileiro

Gols da partida que terminou em 1 a 1 saíram já na etapa complementar

Lance|

Lance
Lance Lance

Cuiabá e Bragantino jogaram neste sábado (22), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, e terminaram empatados em 1 a 1. Mateusinho abriu a contagem para o time do Centro-Oeste enquanto Thiago Borbas deixou tudo igual para o time de Bragança Paulista.

O resultado trouxe o primeiro ponto para o Cuiabá na competição, já que o time do técnico português Ivo Vieira havia perdido na estreia para o Palmeiras. Já o Braga chegou as quatro unidades pelo fato de ter batido o Bahia, na primeira rodada.

>Outros resultados na segunda rodada do Campeonato Brasileiro

BALANÇOU AS REDES, MAS SEM FESTA

Publicidade

Com apenas oito minutos de jogo, a situação do Dourado poderia ter se tornado mais confortável após o cruzamento vindo da esquerda onde Deyverson, de primeira, bateu rasteiro para superar o arqueiro Lucão. Todavia, antes mesmo que o centroavante pudesse comemorar, o assistente marcou impedimento que foi confirmado pela arbitragem antes mesmo de interferência do Árbitro de Vídeo.

MUITA POSSE, MAS POUCA EFETIVIDADE

Publicidade

A ideia de jogo habitual do Bragantino em controlar a partida, tentando ter por mais tempo a bola nos pés e imprimir volume de jogo, não surtia efeito no sentido de levar perigo ao gol defendido por Walter. Por sua vez, a equipe cuiabana se valia de lances pontuais para ser insinuante, casos da cabeçada de Marlon após cobrança de escanteio e, principalmente, no potente chute do lateral-esquerdo PK que passou perto da trave esquerda adversária.

GRANDE CHANCE, MAS...

Publicidade

Depois do intervalo, assim como aconteceu na etapa inicial, o Dourado parecia estar muito próximo de abrir a contagem quando o árbitro Caio Max Augusto Vieira viu toque de mão de Lucas Evangelista dentro da grande área, marcando a penalidade. Entretanto, desta vez, o VAR entrou em ação e a revisão no monitor levou a arbitragem a desistir da marcação de penalidade.

REDE BALANÇANDO DOS DOIS LADOS...

Depois de se frustrar por duas vezes na chance de fazer o primeiro gol da partida, o Cuiabá usou bem a bola parada e conseguiu abrir a contagem. Em batida de falta executada por Cepellini, Marllon desviou e Mateusinho foi quem cabeceou com firmeza para superar Lucão. Placar aberto pelos donos da casa na Arena Pantanal.

O tento bem que melhorou a produção ofensiva nos minutos seguintes onde Mateusinho e Deyvseron tiveram chances de deixar a dianteira dos anfitriões mais confortável. Entretanto, foi o Massa Bruta quem chegou ao tento da igualdade onde o passe de Eduardo Santos encontrou Tihago Borbas entrando em velocidade e batendo por baixo de Walter.

...E PLACAR IGUALADO

O fim de jogo se tornou mais agitado do que a partida de poucas oportunidades mais claras de gol poderia insinuar. Inclusive, com Wellington Silva chegando a marcar depois de bom cruzamento feito por Jonathan Cafú. Contudo, novamente o assistente frustrou os planos do Cuiabá ao marcar impedimento, sacramentando que o placar da Arena Pantanal terminasse em 1 a 1.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

​CUIABÁ 1 x 1 BRAGANTINO - SEGUNDA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)

Data e hora: 22/04/2023 - 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta (ambos PR)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (PR)

Cartões amarelos: Ceppelini, Denilson, Marllon (CUI); Henry Mosquera, Juninho Capixaba, Thiago Borbas (BRA)

Cartões vermelhos: -

Gols: Mateusinho, aos 22'/2°T (1-0) e Thiago Borbas, aos 39'/2°T (2-0)

CUIABÁ (Técnico: Ivo Vieira)

Walter; Mateusinho, Marllon, Allyson e PK; Raniele (Fernando Sobral, aos 30'/2°T), Denilson (Ronald Lopes, aos 16'/2°T) e Ceppelini; Iury Castilho (Jonathan Cafu, aos 30'/2°T), Deyverson (Wellington Silva, aos 41'/2°T) e Emerson Negueba (Isidro Pitta, aos 41'/2°T).

BRAGANTINO (Técnico: Pedro Caixinha)

Lucão; Aderlan, Eduardo Santos, Natan e Juninho Capixaba; Matheus Fernandes (Thiago Borbas, aos 23'/2°T), Lucas Evangelista (Sorriso, aos 30'/2°T) e Gustavinho (Eric Ramires, no intervalo); Henry Mosquera (Laquintana, no intervalo), Eduardo Sasha e Helinho (Jadsom Silva, aos 30'/2°T).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.