Lance Cuca volta a sofrer rejeição por acusação de assédio sexual

Cuca volta a sofrer rejeição por acusação de assédio sexual

Nas redes sociais, internautas digitaram contra a chegada do treinador ao Atlético-MG; Cuca e ex-atletas teriam abusado de jovem em 1987

Lance
  • Lance | por Lance

Técnico sofre rejeição nas redes sociais

Técnico sofre rejeição nas redes sociais

Lance

O treinador Cuca pode estar de malas prontas para chegar em Belo Horizonte. Com as dificuldades do Atlético Mineiro de acertar uma negociação com o treinador do Grêmio Renato Gaúcho, o ex-treinador do Santos pode voltar para o Galo em 2021. Porém, nas redes sociais, o técnico sofre rejeição de parte da torcida.

Veja também: Atleta é enganado por falsa promessa de se tornar jogador de futebol profissional

Cuca já treinou o Galo em outra oportunidade. Em 2013, com Ronaldinho Gaúcho e Jô, o técnico foi campeão da Libertadores. Porém, duas principais falas de torcedores do Atlético fizeram ele ser um dos principais assuntos nas redes sociais, neste domingo. A torcida pede uma renovação no esquema tático do time e uma acusação de estupro em 1987 foi recordada.

Entenda aqui o que houve na década de 1980 entre jogadores do Grêmio que marcou Cuca por uma acusação de assédio sexual contra uma jovem de 13 anos. Na época, Cuca, em entrevista quando retornou ao Brasil, se desculpou com os pais de sua esposa afirmou que a garota aparentava ter mais de 18 anos. Ele chegou a ser condenado.

Além disso, muitos torcedores usaram a rede social para entender a motivação de contar com Cuca após a saída de Sampaoli. Para eles, a chegada do treinador seria um "passo para trás" nas evoluções de um elenco com craques como Keno, Hulk, Tardelli e Nacho Fernández.

Com a saída do treinador argentino Jorge Sampaoli, o clube segue sem comandante e entrará em campo neste domingo contra o URT, pelo estadual, ainda sem um líder definido.

Fora do Santos, Robinho é mais um craque acusado de estupro. Recorde

Últimas