Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cruzeiro e América-MG podem 'lucrar' com a venda de Vitor Roque para o Barcelona

O jogador, atualmente no Athletico-PR, pode render dinheiro para os mineiros

Lance|

Lance
Lance Lance

Cruzeiro e América-MG pode se beneficiar da possível venda do atacante Vitor Roque para o Barcelona. O jogador, de 21 anos, está no Athlético-PR, mas tem histórico no Coelho e na Raposa.

Roque começou no futebol na base americana, mas trocou de clube em 2015, quando foi para o time azul. Foi na equipe celeste que ele terminou sua vida nas categorias de base e se profissionalizou, estreando pelo Cruzeiro em 2021.

Segundo o jornal “AS”, da Espanha, o Barcelona deve pagar 40 milhões de euros (R$ 210 milhões) ao Athletico-PR por Vítor Roque. Assim, o América ficará com maior parte (R$ 31,3 milhões) por um acordo feito com o clube paranaense. Já a Raposa fica com uma pequena porcentagem como clube formador, que deve dar R$ 2,25 milhões.

Seus bons jogos chamaram atenção de outros clubes e em um erro da Raposa no contrato do jogador, a multa rescisória de Vitor era de R$ 24 milhões, que foi paga pelo Athletico-PR em 2022, levando o jogador. A gestão Ronaldo questiona o valor e tenta receber R$ 56 milhões na Justiça.

Publicidade

Na Justiça

Cruzeiro e Athletico-PR travam um duelo judicial, pois a equipe mineira alega que o valor da multa rescisória está incorreto, e Roque não poderia deixar o clube nestas condições, com a Raposa tendo de ser recompensada, pois tentou renovar com o jogador, fazendo uma proposta para oferecer um novo acordo, o que iria aumentar o valor da multa rescisória.

Publicidade

"O caso está na CNRD. A gente está bastante otimista em que vamos ter sucesso. São dois processos: um trabalhista, onde teve depósito de R$ 24 milhões para todos os clubes (Cruzeiro e América), e nós estamos buscando os 27 (milhões de reais); e tem também uma causa cível, no valor de R$ 56 milhões. Tudo soma quase R$ 100 milhões pelo Vitor Roque", revelou Alexandre Cobra, secretário-geral do Cruzeiro, no segundo capítulo da série "A Virada", sobre os bastidores do acesso da Raposa à Série A, em 2022.

Duas ações tramitam sobre o caso Vitor Roque. Uma na Câmara Nacional de Resoluções e Disputas (CNRD) e a outra na Justiça do Trabalho.

A equipe celeste alega na ação da Justiça Trabalhista, que tem de haver uma correção dos R$ 24 milhões. O clube mineiro quer mais R$ 3 milhões (totalizando R$ 27 milhões). Na primeira audiência, o pedido foi indeferido e recorreu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.