Lance Cruzeiro diz que já arrecadou R$ 127 mil com a "Operação FIFA"

Cruzeiro diz que já arrecadou R$ 127 mil com a "Operação FIFA"

O presidente Sérgio Santos Rodrigues divulgou em suas redes sociais os primeiros resultados da campanha de arrecadação para pagar dívidas na entidade máxima do futebol

Lance
Lance

Lance

Lance

Os primeiros resultados da campanha “Operação FIFA” já foram mensurados. Segundo informações do Cruzeiro, o clube já arrecadou R$ 127 mil em doações para ajudar o time celeste com dívidas na entidade máxima do futebol. O projeto, iniciado nesta sexta-feira 3 de julho, criou uma plataforma online para que os torcedores possam doar dinheiro à Raposa, com valores a partir de R$ 1.

-Ê saudade de jogar bola, hein? Mas estou passando aqui para agradecer pelo engajamento de todos vocês. Desde o início da Live, arrecadamos até agora mais de R$ 127 mil em doações. Vamos continuar jogando juntos, Nação Azul!-postou o Cruzeiro em sua conta oficial no Twitter.

A “Operação Fifa” pode ser acessada da plataforma online Meep Donate, de pagamentos digital. Os recursos ficarão 100% com o Cruzeiro, sem taxa de serviço cobradas pelo site.

- Tenho recebido muitos contatos de torcedores querendo ajudar o Cruzeiro. E todos sabem que entre os nossos maiores problemas hoje estão as dívidas com a FIFA, que impactam diretamente na vida do Clube. Quem puder doar, participe, pois isso será muito importante para o Cruzeiro. A Operação Fifa terá esta primeira fase lançada agora, e futuramente vamos divulgar mais ações nas quais o torcedor poderá participar para ajudar o Cruzeiro-disse Sérgio Santos Rodrigues.

A pressa do Cruzeiro em ter outras fontes de receitas para arcar com dívidas na FIFA é pelas duas ordens de pagamento recebidas na última terça-feira, 23, referentes a débitos nas aquisições de Rafael Sóbis, junto ao Tigres-MEX, e Pedro Rocha, vindo do Spartak-RUS.

O total das duas pendências supera os R$ 14 milhões e devem ser quitadas em 15 de julho e 6 agosto respectivamente, para evitar que o clube fique sem poder registrar jogadores. Não há risco de perda de pontos, como ocorreu no caso do volante Denílson, negócio de 2016 com o Al Wahda, dos Emirados Árabes, que tirou seis pontos da Raposa na Série B deste ano.A frente aberta pela Raposa para sanar os débitos visa eliminar o montante de R$ 81,4 milhões que o clube terá de pagar a credores na FIFA.

Últimas