Lance Crise? Vasco tenta se blindar das críticas para evoluir e voltar a vencer

Crise? Vasco tenta se blindar das críticas para evoluir e voltar a vencer

Pressão sobre Zé Ricardo existe, mas jogadores a minimizam e o presidente do Cruz-Maltino, Jorge Salgado, foi enfático ao defender o trabalho do treinador

Lance
Lance

Lance

Lance

A eliminação precoce na Copa do Brasil. As derrotas para o Flamengo na semifinal do Campeonato Carioca. Na estreia do time na Série B do Campeonato Brasileiro, empate com o Vila Nova num São Januário lotado e atuação ruim. Tudo isso pressiona o Vasco e, principalmente, o técnico Zé Ricardo. E, em tese, também os jogadores e a diretoria. Só que, na prática, o clube tenta minimizar as críticas externas e blindar o trabalho das avaliações externas.

- Particularmente, eu não acompanho muito o extracampo, o fora. Logicamente nós vemos algumas coisas nas redes sociais, mas eu procuro não ficar olhando isso. Mas é lógico que não sou só eu. O grupo está fechado, confiamos muito no Zé, no trabalho. Sabemos que, entre nós, estamos deixando a desejar. Temos que nos doar mais e vencer. Conversamos e temos que jogar melhor, e estamos trabalhando para isso - afirmou Yuri Lara no início da semana. E completou:

- O Zé, logicamente, tem a nossa confiança. É um treinador que todo mundo aqui gosta, e vamos correr por ele. Sabemos que essa pressão é porque os resultados não estão vindo. O Vasco é um time grande, tem que vencer a todo instante e, quando não vencemos, tem pressão não só nele, como em nós também. Então sabemos de tudo isso, vamos trabalhar focados para vencer e seguir o caminho de vitórias na Série B - pregou o volante no início da semana.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

As vaias ao término da partida da última sexta-feira, contra o Vila Nova, também se refletiram, como de costume, em discussões internas. A troca de treinador é sempre a solução mais aventada. No caso atual, a justificativa é a falta de evolução da equipe entre o fim da participação no Estadual e o primeiro na principal competição do ano. Mas o presidente vascaíno, Jorge Salgado, foi categórico ao defender Zé Ricardo na última quarta-feira.

- Eu tenho plena confiança no treinador. Acho que ele está desenvolvendo um trabalho bastante satisfatório. Foi o primeiro jogo do campeonato. Apesar de o Vasco não ter feito uma boa partida, poderia ter saído de campo vencedor. Teve bola na trave, gol anulado pelo VAR. Então, o empate foi doído para a gente. Dentro de campo possuem situações que fogem ao controle do treinador e acabam caindo na conta dele. Ele sofre e está sofrendo - garantiu o mandatário, antes de concluir:

- Estive lá ontem (terça-feira) e hoje (quarta). O astral está recuperado, problema com o Nenê foi absolutamente controlado. Nenê teve uma atitude de homem e de atleta em fazer as pazes com o time por ter feito algo errado. Agora é esperar que a bola entre para o time arrancar no campeonato - projetou Salgado.

Mas é preciso que isso ocorra logo. O próximo desafio é contra o CRB, fora de casa, neste sábado. A delegação vascaína viajou na noite da última quinta-feira.

Últimas