Crise transforma Jorge Sampaoli no maior reforço do Atlético-MG

A afirmação é do diretor de futebol, Alexandre Mattos, que está cauteloso quanto a contratações para reforçar o elenco alvinegro

Lance

Lance

Lance

A expectativa em torno do técnico argentino Jorge Sampaoli é grande. Tanto é, que, para o clube, Sampaoli é o centro do projeto esportivo ambicioso do clube para os próximos anos. A confiança no bom trabalho do treinador é tamanha, que o diretor de futebol Alexandre Mattos coloca Sampaoli como a principal contratação do alvinegro, acima até de reforços para dentro de campo.

Mattos crê em um trabalho forte do argentino na montagem de um time forte para a temporada, quando ela puder retornar, devido à indefinição sobre o calendário do futebol por causa da pandemia do coronavírus.

O dirigente do Galo espera ver no Atlético este ano um desempenho parecido com o do Santos vice-campeão nacional em 2019, sob o comando de Sampaoli. E, o argentino será peça chave nesse processo, já que com o mercado de atletas parado, o alvinegro crê em uma armação eficaz da equipe nas quatro linhas com o material humano que já está na Cidade do Galo.

-A maior contratação que o Atlético pode ter será feita pelo nosso treinador. No Santos, havia muitos jogadores que estavam lá, ele conseguiu colocar um coletivo muito forte dentro de campo e isso proporcionou resultados e a valorização do grupo. A maior contratação no momento é dar tempo a nosso treinador para que ele faça isso no Atlético também- disse Mattos á Rádio Itatiaia.

Essa postura de concentrar o foco no treinador pode ser lida como uma estratégia de manter o atual patamar salarial e de gastos do clube, pelas reduções de receitas causadas pela pandemia de coronavírus.

O Atlético-MG reduziu em 25% o salário do elenco, comissão técnica e funcionários, o que irá impactar nas buscas por contratações. O clube terá menos “poder de fogo” no mercado e vai com cautela atrás de reforços, a prioridade é manter as contas em dia.

-A promessa mais fundamental de tudo é a manutenção do salário em dia. O Sampaoli sofreu com isso no ano passado, então é o momento de entender a situação. Não por acaso ele concordou com tudo, disse que tem que ceder, que o momento pede isso. Em alguns locais na Europa, o corte foi mais radical que aqui. A gente vai ter que ser criativo para atender o que ele deseja, eu converso com ele todos os dias, ele vê uma infinidade de atletas, teremos que ter uma rede de relacionamentos no mercado para atender da melhor maneira possível. Quem sabe, podemos fazer isso e ainda montar uma base forte para o ano que vem- explicou Mattos.

E, uma alternativa para não criar uma despesa alta demais para o Galo, Alexandre Mattos indicou que Sampaoli vai observar mais os jogadores formados nas divisões de base alvinegras.

-O Sampaoli tem várias virtudes, uma delas é trabalhar com jovens. Acompanhei o trabalho dele no Santos e vi a preocupação dele aqui com o sub 20 e o time de transição. Isso é um ótimo parâmetro para gente, não dá para falar em números. O que posso dizer é que algumas saídas vão acontecer e vamos trabalhar para trazer uma ou outra. O Atlético fez grandes contratações este ano, trouxe o Guilherme Arana, o Allan, jogadores muito desejados, assim como outros que vieram. O Atlético se reforçou bem, agora vamos dar um ajuste final do que precisa para o resto do ano- concluiu.